WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Neste site
ilheus brindes
agosto 2019
D S T Q Q S S
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

:: ‘Brasil’

GREVE GERAL É UMA “FRIA”, DIZ DIRIGENTE DA FORÇA SINDICAL

As duas principais centrais sindicais do Brasil, CUT e Força Sindical, negaram, por meio de nota, a convocação de greve geral para amanhã, segunda-feira (01). Convocada em eventos no Facebook e postagens no YouTube e no Twitter, a greve geral anunciada para o dia 1º de julho não conta com o apoio de nenhuma central do país.
“(O ato de) 1º de julho não é do movimento sindical, de nenhuma central, não é de nenhum sindicato, não é de nenhuma federação. É fria”, alertou o secretário-geral da Força Sindical, João Carlos Gonçalves, o Juruna, em entrevista ao Jornal do Brasil.
Segundo o dirigente, os eventos agendados pelas redes sociais estão criando informações desencontradas que não correspondem à realidade. “O Facebook é apenas uma rede social, qualquer um escreve o que quiser. O trabalhador deve seguir a orientação do seu sindicato”, afirmou. “Quem convoca greve geral é sindicato e não eventos do Facebook”, afirma a CUT em nota.
“Nem a CUT nem as demais centrais sindicais, legítimas representantes da classe trabalhadora, convocaram greve geral para o dia 1º de julho”, diz o texto da central sindical, que acusa “grupos oportunistas” pela criação do evento no Facebook. 

JUÍZA DO CASO TELEXFREE É AMEAÇADA

G1
telexfreeRepresentantes do Ministério Público do Estado do Acre (MP/AC) e da Polícia Civil, em entrevista coletiva realizada no Núcleo de Apoio Técnico do MP, na tarde desta sexta-feira (28), informaram que a juíza Thaís Borges, da 2ª Vara Cível da Comarca de Rio Branco está sendo, possivelmente, ameaçada de morte. 
magistrada foi quem julgou procedente uma ação civil pública proposta pelo Ministério Público do Acre, e suspendeu os pagamentos e a adesão de novos contratos à empresa de marketing multinível Telexfree, até o julgamento final da ação principal, sob pena de multa diária de R$ 500 mil.
Segundo os representantes, as ameaças teriam partido através de redes sociais, por telefone e via mensagens. De acordo com o delegado Nilton Boscaro, da Delegacia de Combate ao Crime Organizado (Deco), o expediente relacionado às ameaças direcionadas a juíza foi recebido na quinta-feira (27).
“Assim que recebemos, já iniciamos as investigações sobre essa possível coação em curso no processo. Temos algumas pessoas que ainda não estão identificadas e outras que usam codinomes. A investigação vai aprofundar e serão requeridas várias medidas cautelares para que possamos obter a identificação e a individualização de cada uma delas. O prazo normal do inquérito é de 30 dias, mas a polícia está empenhada 24 horas por dia, sete dias por semana no caso”, afirma.

:: LEIA MAIS »

LIDERANÇAS JOVENS DIZEM A DILMA QUE APOIAM PLEBISCITO

Em reunião com a presidente Dilma Rousseff na manhã desta sexta-feira no Palácio do Planalto, lideranças de movimentos de juventude manifestaram apoio à convocação de plebiscito para tratar da reforma política e defenderam o financiamento público de campanhas eleitorais, uma das bandeiras do Partido dos Trabalhadores (PT) para neutralizar o desgaste com o julgamento do mensalão.
 Dilma prossegue nesta sexta com a agenda de ouvir movimentos sociais e atores políticos – nesta quinta, 27, a presidente recebeu no Planalto presidentes de partidos políticos da base, lideranças da Câmara dos Deputados e do Senado Federal. 
“É extremamente consenso entre todas as entidades, todos os movimentos sociais aqui presentes que, entre as propostas postas, a melhor forma é o plebiscito. Nenhum deles defende participação que seja posterior”, disse o secretário da Juventude da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Alfredo Santos Junior.
“Para nós, é fundamental a participação da população na elaboração da política, da reforma, por isso não só concordamos com o plebiscito, é essencial que a participação popular se dê anterior à elaboração do projeto, por plebiscito, não por referendo”, ressaltou o sindicalista.
Segundo a presidente da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes), Manoela Braga, Dilma achou uma “boa solução” o projeto de lei que destina 75% dos royalties do petróleo para a educação e 25% para a saúde.
O Planalto apoiava inicialmente 100% dos royalties para educação. Os ministros da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, e da Educação, Aloizio Mercadante, acompanharam a audiência.

CONCURSO PÚBLICO PARA A EMPRESA BRASIL DE COMUNICAÇÃO

concurso1 (1)O edital do novo concurso da Empresa Brasil de Comunicação (EBC) para 64 vagas e formação de cadastro de reserva foi divulgado nesta sexta-feira (28). Os salários variam de R$ 1.917 a R$ 3.208. Os profissionais irão atuar em Brasília, São Paulo, Rio de Janeiro e São Luís.
Os cargos de nível superior são para analista nas áreas de advocacia, contabilidade, criação e desenvolvimento na web e plataformas digitais, engenharia de rádio e televisão, engenharia de software, estatística e medicina do trabalho. Os postos de nível médio/técnico são para técnico de operações nas atividades de apoio a imagem, auxílio operacional e transmissão e técnico de produção e manutenção nas atividades de edição e finalização de imagem e programação.
VEJA O EDITAL
Além do pagamento do salário inicial, a EBC possui atualmente benefícios adicionais como auxílio alimentação de R$ 786,50 mensais, auxílio creche de R$ 422 ao(a) empregado(a) com filho(s) com idade entre três meses e sete anos incompletos, auxílio para capacitação do(a) empregado(a) e reembolso parcial das despesas com planos médicos e odontológicos.
As inscrições devem ser feitas no site do Instituto Quadrix no período entre 10h de 28 de junho e 23h59 de 21 de julho. A taxa é de R$ 34 para cargos de nível médio e R$ 58 para nível superior. A seleção ocorrerá por meio prova objetiva, prova discursiva, prova de títulos e experiência profissional e prova prática. As etapas do concurso serão realizadas em Brasília, Rio de Janeiro, São Luís e São Paulo.
Os candidatos aprovados no concurso e convocados para admissão terão o contrato de trabalho regido pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), sob o regime de Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). A validade do concurso será de um ano, podendo ser prorrogado por igual período, a contar da data de homologação.

DIA HISTÓRICO: UM DEPUTADO VAI PARA A CADEIA PELA PRIMEIRA VEZ NO BRASIL

AGÊNCIA BRASIL
Deputado federal Natan Donadon se entregou hoje à polícia e foi conduzido ao presídio,

Deputado federal Natan Donadon se entregou hoje à polícia e foi conduzido ao presídio.

Primeiro deputado federal preso durante o exercício do mandato desde a promulgação da Constituição Federal de 1988, Natan Donadon (RO) será levado ainda na tarde de hoje (28) para o presídio da Papuda, em Brasília. Segundo a Polícia Federal (PF), neste momento, ele está sendo levado para a Vara de Execuções Penais, em Brasília, para se apresentar ao juiz. No presídio, de acordo com a PF, o deputado vai ficar separado dos demais presos, em cela especial.
Condenado pelo Supremo Tribunal Federal pelos crimes de peculato e formação de quadrilha, Donadon se apresentou ao superintendente da Polícia Federal, Marcelo Mosele, em uma parada de ônibus, na área sul da capital federal, com o advogado Nabor Bulhões.
Ontem (27), o PMDB de Rondônia comunicou a expulsão do deputado Natan Donadon condenado a 13 anos, quatro meses e dez dias de prisão por desvio de R$ 8,4 milhões da Assembleia Legislativa de Rondônia, quando era diretor financeiro da instituição. O irmão de Natan, deputado estadual Marcos Donadon, também foi expulso do partido por condenação da Justiça.

VIOLÊNCIA CONTRA ÍNDIOS CRESCE 237%

torturaA maioria das formas de violência cometidas contra as comunidades indígenas teve crescimento em 2012, conforme dados divulgados hoje (27) pelo Conselho Indigenista Missionário (Cimi). De acordo com o relatório, houve crescimento de 237% na categoria violência contra a pessoa – que engloba ameaças de morte, homicídios, tentativas de assassinato, racismo, lesões corporal e violência sexual – no ano passado, quando comparado com os casos registrados em 2011.
O levantamento aponta que, em todo o Brasil, foram registradas 60 homicídios contra a população indígena. O número representa nove mortes a mais que as registradas no ano anterior. O maior número de ocorrências ocorreu em Mato Grosso do Sul, com 37 casos. Na sequência, aparecem Maranhão e Bahia, com sete e quatro casos, respectivamente. Segundo o Cimi, nos últimos dez anos, ocorreram cerca de 563 assassinatos de índios no país.
Os casos de violência contra o patrimônio aumentaram de 99 para 125, utilizando a mesma base de comparação, o que representa aumento de 26%. Considerando a violência por omissão do poder público, foram relatados cerca de 106,8 mil casos. O número significa acréscimo de 72% ante 2011.
Na avaliação do presidente do Cimi, dom Erwin Kräutler, a repetição e o aumento da violência contra a população indígena podem ser atribuídos à “omissão por parte dos estados” na demarcação das áreas indígenas, provocando atraso no processo.
:: LEIA MAIS »

MOVIMENTO PASSE LIVRE FOI CRIADO HÁ 13 ANOS POR MEMBROS DO PT

FOLHA
Passe_Livre_Bocão_NewsMarco zero das manifestações que tomaram o país, os recentes protestos do Movimento Passe Livre em São Paulo são fruto de uma experiência iniciada há 13 anos.
Começou com trotskistas do PT que, desiludidos com a política partidária e influenciados pelos movimentos antiglobalização, passaram a agir de forma autônoma.
O embrião, segundo militantes, surgiu em Florianópolis. Em 2000, esses petistas fizeram uma consulta nas escolas de ensino médio para definir uma “pauta de luta”. A opção mais votada foi a do passe livre para estudantes.
“Essa campanha foi sendo tocada de maneira bem modesta”, conta o jornalista catarinense Daniel Guimarães, que, aos 29 anos, é um veterano –milita há uma década. Nos primeiros passos, a opção foi impulsionar um projeto de lei na Câmara de Florianópolis, sem sucesso.
A mudança na forma de atuação ocorreu em 2003, quando estudantes de ensino médio de Salvador bloquearam ruas da cidade durante vários dias contra o aumento da tarifa –episódio que ficou conhecido como a Revolta do Buzu.
:: LEIA MAIS »

PROPOSTA DE FÉLIX JÚNIOR GARANTIU PRIORIDADE DOS ROYALTIES DO PETRÓLEO PARA A EDUCAÇÃO BÁSICA


felixPelo menos 50% dos recursos provenientes dos royalties do petróleo e do retorno sobre o Fundo Social do Pré-Sal destinados à educação pública serão investidos, prioritariamente, na implantação de educação básica e em tempo integral em todo o Brasil.
Esta foi a proposta de emenda do deputado federal Félix Mendonça Júnior (PDT-BA) aprovada pelo Plenário da Câmara dos Deputados na madrugada de quarta-feira (26), durante a votação do Projeto de Lei 5500/2013, que destinou os royalties do petróleo à educação e à saúde.
“Investir em educação básica de qualidade significa investir em transformação social. Só assim os jovens brasileiros terão mais condições de concorrer a empregos bem remunerados e aqueles que quiserem cursar uma faculdade receberão um suporte pedagógico adequado”, defendeu o pedetista.
 O PL 5500/2013 segue agora para ser votado no Senado.

ESTUDANTES TÊM ATÉ HOJE PARA SE INSCREVER NO PROUNI

O prazo para inscrições no Programa Universidade para Todos (ProUni) termina hoje (27) às 23h59. As inscrições devem ser feitas no site do programa. Inicialmente, o prazo final era o dia 25, mas o Ministério da Educação prorrogou a data. O ProUni oferece bolsas em instituições particulares de ensino superior.
Pode se inscrever o estudante que tenha feito a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e obtido, no mínimo, 450 pontos na média das notas. O candidato não pode ter zerado a redação e deve ter cursado todo o ensino médio na rede pública ou ter tido bolsa integral em escola particular.
Com o adiamento da data para inscrições, o calendário do ProUni foi modificado. O processo terá duas chamadas. O resultado da primeira será divulgado no dia 30, e não mais no dia 28, pela internet. Do dia 1º de julho ao dia 8, o estudante pré-selecionado deverá comparecer à instituição de ensino para comprovar as informações prestadas no momento da inscrição, providenciar a matrícula e, se for o caso, participar de seleção própria da escola.
:: LEIA MAIS »

CORRUPÇÃO AGORA É CRIME HEDIONDO

AGÊNCIA BRASIL
congressoO plenário do Senado aprovou hoje (26) projeto de lei que inclui as práticas de corrupção ativa e passiva, concussão, peculato e excesso de exação na lista dos crimes hediondos. Com isso, as penas mínimas desses crimes ficam maiores e eles passam a ser inafiançáveis. Os condenados também deixam de ter direito a anistia, graça ou indulto e fica mais difícil o acesso a benefícios como livramento condicional e progressão do regime de pena. O projeto agora segue para a Câmara.
O autor do projeto, senador Pedro Taques (PDT-MT), justifica que esses crimes são delitos graves praticados contra a administração pública que “violam direitos difusos e coletivos e atingem grandes extratos da população”. “É sabido que, com o desvio de dinheiro público, com a corrupção e suas formas afins de delitos, faltam verbas para a saúde, para a educação, para os presídios, para a sinalização e construção de estradas, para equipar e preparar a polícia, além de outras políticas públicas”, diz o autor do projeto.
O texto original de Taques, contudo, previa a qualificação como hediondo apenas para os crimes de corrupção ativa e passiva e de concussão (obter vantagem indevida em razão da função exercida). O relator do projeto, senador Álvaro Dias (PSDB-PR), incluiu em seu parecer também os crimes de peculato (funcionário público que se apropria de dinheiro ou bens públicos ou particulares em razão do cargo) e excesso de exação (funcionário público que cobra indevidamente impostos ou serviços oferecidos gratuitamente pelo Estado).
“Sem a inclusão do peculato e do excesso de exação, a proposição torna o sistema penal incoerente, pois não há razão justificável para considerar crimes hediondos a corrupção e a concussão e não fazê-lo em relação ao peculato e ao excesso de exação”, alega Dias.
O relator também acatou emenda do senador José Sarney (PMDB-AP) para incluir homicídio simples cometido de maneira qualificada na categoria de crimes hediondos. Sarney alegou que um crime praticado contra a vida está entre os mais graves e não poderia ficar fora da lista.
Foi aprovada ainda emenda do senador Wellington Dias (PT-PI) que aumenta a pena do crime de peculato em até um terço quando ele for considerado qualificado, ou seja, cometido por autoridades e agentes políticos.

dom eduardo

arquiteto













WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia