WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
bahiagas Neste site
novembro 2019
D S T Q Q S S
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

:: ‘Brasil’

JUSTIÇA PEDE INVESTIGAÇÃO SOBRE REDE DE MARINA

BRASIL 247
marinaA Justiça Eleitoral acionou o Ministério Público e a polícia para investigar indícios de fraude e irregularidades na coleta de assinaturas em São Paulo para a criação da Rede Sustentabilidade, partido da ex-senadora Marina Silva.
Segundo informações da Folha, em Ourinhos, no oeste paulista, ao menos dois eleitores que aparecem na lista de apoiadores da legenda declararam não ter assinado nenhuma ficha do partido.
Indícios de fraude também foram informados por cartórios de Mogi das Cruzes, São Bernardo do Campo e em São José do Rio Preto, em São Paulo.
Segundo o promotor responsável, Marcos da Silva Brandini, terá de ser feito o exame grafotécnico para confirmar se as assinaturas são ou não dos eleitores.
O partido rebateu a suspeita e afirmou em nota que os problemas podem ter sido provocados pela falta de parâmetros dos cartórios na certificação dos apoios.
Em segundo lugar nas pesquisas de intenção de voto, a ex-senadora Marina Silva se reuniu com a presidente Carmen Lúcia, do Tribunal Superior Eleitoral, e pediu pressa na validação das assinaturas para a criação da Rede Sustentabilidade: “essas assinaturas precisam ser validadas, porque não temos culpa se eles não têm o parâmetro para fazer a validação ou se contam com estrutura de pessoal que não está dando conta de fazer o processamento dentro do prazo”, disse.
A candidata à Presidência tem até o dia 5 de outubro para registrar o partido caso queria disputar as eleições de 2014.

GOVERNO SUSPENDE 212 PLANOS DE SAÚDE DE 21 OPERADORAS

plano-saudeA Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e o Ministério da Saúde anunciaram nesta terça-feira a suspensão de 212 planos de saúde de 21 operadoras, por não passarem na avaliação que leva em conta critérios como prazo de atendimento e negativa de cobertura. Com os planos que já tinham sido suspensos anteriormente, estão proibidos de serem comercializados 246 planos de 26 operadoras. (VEJA A LISTA COMPLETA)
Foi a primeira suspensão de planos de saúde com uma nova metologia. Antes, era levada em conta apenas o prazo de atendimento. O monitoramento anterior, feito em abril, já contava com os critérios novos, de negativa de cobertura, que incluem rol de procedimentos oferecidos, período de carência, rede de atendimento, reembolso e mecanismos de autorização para procedimentos.
Na época, não houve nenhuma suspensão, porque os planos são proibidos de comercializar seus produtos quando são reincidentes. Como em abril terminou o primeiro ciclo de monitoramento com a nova metodologia, foi preciso esperar o último ciclo, divulgado nesta terça-feira.
Desde 2011, houve seis ciclos de monitoramento. Segundo o diretor-presidente da ANS, André Longo, o monitoramento resultou na suspensão temporária de 618 planos de saúde de 73 operadoras, protegendo 7,9 milhões de consumidores. Isso representa proteção para 16,3% dos beneficiários. Indagado se, de forma geral, o governo estava satisfeito como os planos de saúde, uma vez que a maioria não foi atingida pela suspensão, o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, respondeu:
— Só vamos considerar que estão funcionando bem, quando tivermos zero de queixa. Esse sistema de monitoramento resolve a maioria das queixas. Ma o fato de não ter sido suspenso não significa que não teve nenhuma queixa.
De 19 de março a 18 junho, período do último ciclo de monitoramento, que teve os resultados divulgados hoje, foram recebidas 17.417 reclamações, referentes a 553 operadoras. A maioria das queixas, segundo a ANS, consegue ser resolvida com a mediação da agência.

BRASIL INVESTIU MAIS DE R$ 18 MILHÕES EM 17 FILMES QUE NUNCA CHEGARAM AO GRANDE PÚBLICO

O GLOBO
Marco Ricca e Paulo Betti caracterizados nas filmagens de 'Chatô', um dos 17 longas que usaram dinheiro público e nunca saíram do papel.

Marco Ricca e Paulo Betti caracterizados nas filmagens de ‘Chatô’, um dos 17 longas que usaram dinheiro público e nunca saíram do papel.

Nos últimos 20 anos, o Brasil investiu R$ 18,7 milhões na produção audiovisual brasileira sem obter qualquer retorno. A cifra nunca deu origem a filme algum nem foi devidamente devolvida aos cofres públicos. Ela é a soma de tudo o que foi captado, via renúncia fiscal, por 17 projetos que hoje integram uma espécie de lista negra da Agência Nacional do Cinema (Ancine): a das produções com contas reprovadas.
Se fosse aplicado, esse valor seria suficiente para produzir três filmes do porte de “2 filhos de Francisco” (2005), que custou cerca de R$ 6 milhões, ou nove “O som ao redor” (2013), orçado em pouco menos de R$ 2 milhões.
A lista foi solicitada à Ancine com base na Lei de Acesso à Informação. Na relação existem projetos para públicos diversos. Há, por exemplo, uma adaptação do livro “Alice no País das Maravilhas”, de Lewis Carroll, que deveria ter saído do papel em 1996; uma do romance “Memorial de Maria Moura”, de Rachel de Queiroz, idealizada em 1997; um documentário com depoimentos de Betinho, de 1998; e o polêmico longa-metragem “Chatô, o rei do Brasil”, para o qual o produtor Guilherme Fontes começou a captar dinheiro em 1995. O valor investido também varia muito. Numa ponta está o doc sobre Betinho, que captou R$ 8 mil; na outra, “Chatô”, com R$ 8,6 milhões.
Segundo a Ancine, as 17 produtoras da lista não podem “aprovar novos projetos, prorrogar, redimensionar, remanejar ou obter autorização para movimentar recursos já aprovados”. Elas também estão “impedidas de contratar com o Fundo Setorial do Audiovisual ou receber apoio de fomento direto da agência”.
Mas, hoje, a maioria dessas produtoras não é sequer localizável. Muitas talvez nem existam mais.
:: LEIA MAIS »

BOLSA FAMÍLIA FARÁ RECADASTRAMENTO DE QUASE 2 MILHÕES DE BENEFICIÁRIOS

bolsaOs beneficiários do Bolsa Família que não atualizaram suas informações no Cadastro Único (CadÚnico) nos últimos dois anos devem procurar, a partir deste mês e até 17 de janeiro do ano que vem, a gestão municipal do programa para fazer alterações ou confirmar os dados. O Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), que coordena o programa, estima que 1,8 milhão de famílias estão nessa condição. Após o prazo, o benefício pode ser bloqueado.

Segundo o secretário nacional de Renda de Cidadania do MDS, Luís Henrique Paiva, manter os dados atualizados é a melhor maneira de acessar os cerca de 20 programas sociais das três esferas de governo que usam o Cadastro Único, e continuar recebendo o Bolsa Família. Ele enfatizou que mesmo que não haja alterações a serem feitas, as famílias devem procurar a rede assistencial do município.

“É fundamental que as famílias procurem a rede, que pode ser o Cras (Centro de Referência de Assistência Social) ou a área da prefeitura responsável pela assistência social, para atualizar as informações.  O Cadastro Único é a peça chave do Brasil Sem Miséria [plano do qual o Bolsa Família faz parte] e se quisermos superar a extrema pobreza temos que ter os dados sempre atualizados”, disse Paiva, ao participar hoje (19) de teleconferência do MDS transmitida ao vivo pela TV NBR.

:: LEIA MAIS »

DIVULGADO GABARITO OFICIAL DA PROVA DA OAB

O gabarito oficial com as respostas da primeira fase do 11º Exame de Ordem Unificado da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) foi divulgado na noite deste domingo (18) pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).
Para participar da segunda fase do exame, o candidato deve acertar no mínimo 40 questões.
A lista preliminar com os aprovados para a prova prático-profissional deve ser divulgada no dia 28 de agosto.
Clique AQUI e confira o gabarito.

MULHER DECEPA PÊNIS DE MARIDO APÓS FLAGRÁ-LO NA CAMA COM OUTRO RAPAZ

G1
Um homem de 28 anos teve o pênis decepado pela própria esposa após ser flagrado na cama com outro homem. O crime aconteceu em Santos, litoral de São Paulo. De acordo com o G1 Santos, a mulher viu o marido tendo relações sexuais com outro rapaz, mas não falou nada na hora, já que sua presença não foi percebida pelos dois. 
Como vingança pela traição, ela propôs uma fantasia ao marido dias após o flagrante. A mulher amarrou o companheiro na cama do casal e cortou o pênis dele com uma faca serrilhada enquanto o marido estava imobilizado.
A vítima chegou a ser socorrida para uma unidade de saúde da cidade, mas os danos causados ao órgão sexual impossibilitaram a reimplantação dele. A equipe médica da instituição onde ele foi hospitalizado analisa qual procedimento cirúrgico poderá ser adotado neste caso.
O paciente, que se utiliza de uma sonda para urinar, não corre risco de morte. A agressão ocorreu na última semana, e a mulher da vítima foi presa em flagrante. 
:: LEIA MAIS »

FELICIANO DIZ QUE QUEDA DE POPULARIDADE DE DILMA É OBRA DIVINA

feliciano
Durante a inauguração de uma igreja no Rio Grande do Sul, nesta quarta-feira (14), o pastor e deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP) atribuiu a recente queda de popularidade da presidente Dilma Rousseff a uma obra divina.
“A presidente do nosso país, que é do partido que mais me perseguiu, que é o PT, que há cinco meses estava com 75% de aprovação, caiu pra 30%, e ninguém consegue entender”, afirmou, antes de opinar que o motivo seria a “injustiça” sofrida pelo religioso durante os protestos contra sua indicação à presidência da Comissão de Direitos Humanos da Câmara.
Feliciano criticou ainda os colegas da bancada evangélica da Casa, a quem classificou como covardes, por se omitirem de lutas de interesse do movimento evangélico como o “kit gay” ou a adoção de crianças por casais homossexuais.
Com a ajuda de um fundo musical, Feliciano comentou ainda a aproximação dos homossexuais com a igreja evangélica. “Dizer que temos que aprender com eles? Quer dizer que 2 mil anos de igreja não serviram para nada? Sabe o que é isso? É a desculpa para não terem as igrejas deles apedrejadas”, esbravejou.
No evento em que o deputado foi atração principal, participaram ainda vereadores, vice-prefeitos e assessores do governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro (PT).

BANCO CENTRAL ABRE CONCURSO PARA 500 VAGAS

concursoO Banco Central abriu concurso para 500 vagas de cargo de técnico e analista. Para analista são seis áreas temáticas, e para técnico são duas. São 400 vagas para analista e 100 para técnico. Os salários chegam a R$ 14.289,24. As vagas são para Belém, Brasilia, São Paulo, Salvador e Porto Alegre. Brasília tem o maior número de vagas. São 428: 351 para analista e 77 para técnico. Outras 28 são para São Paulo, todas para analista, 25 são para Belém (13 para analista e 12 para técnico), 12 em Salvador (8 para analista e 4 para técnico) e 7 para Porto Alegre (todas para técnico).
No site do DOU, é possível ver o edital (acesse o edital).

O candidato ao cargo de analista deverá optar entre as seguintes áreas: área 1 – análise e desenvolvimento de sistemas; área 2 – suporte à infraestrutura de tecnologia da informação; área 3 – política econômica e monetária; área 4 – contabilidade e finanças; área 5 – infraestrutura e logística e área 6 – gestão e análise processual.

É exigido curso de nível superior em qualquer área. O salário é de R$ 13.595,85 até 31 de dezembro de 2013, e de R$ 14.289,24, a partir de 1º de janeiro de 2014.
O candidato a técnico deverá escolher entre as áreas suporte técnico-administrativo e segurança institucional. É necessário nível médio completo. O salário é de R$ 5.158,23 até 31 de dezembro de 2013, e de R$ 5.421,30 a partir de 1º de janeiro de 2014.

:: LEIA MAIS »

STF NEGA PERDÃO JUDICIAL A ROBERTO JEFFERSON E INCLUSÃO DE LULA NO MENSALÃO

Joaquim Barbosa, presidente do Supremo Tribunal Federal.

Joaquim Barbosa, presidente do Supremo Tribunal Federal.

Todos os magistrados do STF (Supremo Tribunal Federal) negaram, em sessão nesta quinta-feira (15), recurso apresentado pela defesa do ex-deputado federal Roberto Jefferson (PTB-RJ) para que o réu condenado recebesse perdão judicial por ter sido o delator do esquema do mensalão. O petebista foi condenado sete anos e 14 dias de prisão, além de receber multa de R$ 689 mil, por lavagem de dinheiro e corrupção passiva.
O ex-parlamentar argumentou que, não fosse sua delação, o episódio seria desconhecido do público e das autoridades até hoje. Por essa razão, ele merecia a absolvição dos crimes de lavagem de dinheiro e corrupção passiva ou ao menos ter uma redução de pena em dois terços. No julgamento do ano passado, o Supremo reduziu a condenação de Jefferson em um terço, em função da delação.
“Trata-se de mera irresignação”, disse o relator do processo, ministro Joaquim Barbosa, presidente da Corte. “Os fundamentos para reduzir a pena em um terço estão claramente enunciados no acórdão embargado. O acusado somente colaborou no momento inicial das acusações”, acrescentou o magistrado.
A defesa de Jefferson apresentou outros recursos também com objetivo de absolvê-lo das condenações por lavagem de dinheiro e corrupção passiva.
:: LEIA MAIS »

MÉDICOS ESTRANGEIROS VÃO PARA 81 MUNICÍPIOS QUE NÃO DESPERTARAM O INTERESSE DOS PROFISSIONAIS BRASILEIROS

médicosCom a inscrição e homologação de 358 médicos estrangeiros no programa Mais Médicos, do governo federal, municípios inscritos e antes não atendidos por profissionais brasileiros poderão receber até quatro médicos estrangeiros. Nas regiões Norte e Nordeste estão os principais exemplos. Levantamento mostra que 81 municípios que não receberiam médicos brasileiros, agora passam a contar com, pelo menos, um profissional de outro país, em um total de 122 médicos estrangeiros. Desses municípios, 15 também receberão, pelo menos, um profissional brasileiro formado no exterior.
Considerando a lista desses municípios que não despertaram o interesse dos brasileiros, Cáceres (MT) e Pinhais (PR) vão receber o maior número de estrangeiros: cada um receberá quatro profissionais de outros países. Logo em seguida, com três médicos estrangeiros cada, vêm Tarauacá e Xapuri (AC), Boa Vista do Ramos e Presidente Figueiredo (AM), Acaraú (CE), Ceará-Mirim (RN), Valença e Alagoinhas (BA), Goianira (GO) e Osasco (SP).
Na região Sudeste, 13 médicos escolheram municípios inscritos no programa e deixados de lado por profissionais brasileiros. Só em São Paulo, serão oito médicos estrangeiros indo para cinco desses municípios, três deles para Osasco, dois para Francisco Morato, um para Engenheiro Coelho, um para Ferraz de Vasconcelos e um para Taboão da Serra.
Já o Rio de Janeiro vai receber dois médicos estrangeiros em Queimados, um dos municípios do estado considerados prioritários e que antes não receberia nenhum profissional brasileiro. Em breve, uma espanhola, de Barcelona, e um peruano, da capital do país, passarão a trabalhar na cidade.
Em Minas Gerais, dos três médicos que serão deslocados para municípios não contemplados por brasileiros, um médico vai para Padre Paraíso, outro para Virgem da Lapa e um terceiro para Cônego Marinho.
Das dez cidades que mais receberão estrangeiros, nove são capitais, com exceção do Guarujá, sétima cidade da lista. A cidade que mais vai receber estrangeiros é Rio Branco, no Acre, com 15 profissionais. Depois vem São Paulo, com 13, seguido de Salvador e Manaus, com 12 médicos cada, Porto Alegre e Recife, com 11 cada, Belo Horizonte, com 8, Guarujá, 7, e Curitiba, que receberá 6 profissionais.
Segundo o ministério, os médicos devem chegar ao país ainda este mês e, depois de uma preparação de três semanas, deverão começar a trabalhar no início de outubro. A liberação para o trabalho depende ainda da regularização dos documentos pessoais e da avaliação que será conduzida por universidades brasileiras. Os médicos vão receber R$ 10 mil líquidos.
:: LEIA MAIS »

dom eduardo

lm mudancas













WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia