WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
ilheus brindes
março 2019
D S T Q Q S S
« fev    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

:: ‘Brasil’

PARA 65% DOS BRASILEIROS, MULHERES COM ROUPA CURTA MERECEM SER ATACADAS, REVELA PESQUISA

Pesquisa foi realizada pelo Ipea.

Pesquisa foi realizada pelo Ipea.

A maioria dos brasileiros concorda com a ideia de que marido que bate na esposa deve ir para a cadeia, revela pesquisa divulgada nesta quinta-feira, 27, pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Batizado de Sistema de Indicadores de Percepção Social (SIPS), o trabalho se baseou na entrevista de 3.810 pessoas, residentes em 212 municípios no período entre maio e junho do ano passado. 

A pesquisa mostra que 91% dos entrevistados concordam total ou parcialmente com a prisão dos maridos que batem em suas esposas. O estudo alerta, no entanto, que é prematuro concluir, com bases nesses dados, que a sociedade brasileira tem pouca tolerância à violência contra a mulher. “Há uma ambiguidade do discurso”, afirmam os autores. 

Dos entrevistados, 63% disseram concordar com a ideia de que “casos de violência dentro de casa devem ser discutidos somente entre membros da família”. Causou espanto entre os próprios pesquisadores o fato de que 65% disseram concordar com a frase “mulheres que usam roupas que mostram o corpo merecem ser atacadas”, algo que deixa claro para autores do trabalho a forte tendência de culpar a mulher nos casos de violência sexual. 

Para autores, um número significativo de entrevistados parece considerar a violência contra a mulher como uma forma de correção. A vítima teria responsabilidade, seja por usar roupas provocantes, seja por não se comportarem “adequadamente.” 

A avaliação tem como ponto de partida o grande número de pessoas que diz concordar com a frase: se mulheres soubessem se comportar, haveria menos estupros. O trabalho indica que 58,5% concorda com esse pensamento. A resposta a essa pergunta apresenta variações significativas de acordo com algumas características. 

:: LEIA MAIS »

OS ALOPRADOS SOLTAM O VERBO…

A marcha do fascismo já passou. Foi um fiasco. Mas achamos interessante publicarmos esse vídeo produzido pela Folha de São Paulo, onde o idealizador do ato, e outros representantes, falam um pouco das suas ideias.
“Imagina eu tendo uma Ferrari, você tendo uma Ferrari, todos tendo uma Ferrari? Imagina todos tendo condição de viver em um mundo igualitário? Não existe isso”. “Quem mora no Morumbi sabe a dimensão disso”.
Essas, dentre outras pérolas que poderiam ser atribuídas tranquilamente a um maluco sem noção, é uma das falas presentes, que, segundo eles, ajudaram a justificar a realização do ato.
Confiram:

MESMO SEM FAZER PLÁSTICA NO CÉREBRO, ANITTA AFIRMA NÃO TER MAIS DEFEITOS

Cantora fez recentemente várias cirurgias plásticas.

Cantora fez recentemente várias cirurgias plásticas.

Depois de virar motivo de piadas nas redes sociais por causa da cirurgia plástica no nariz, Anitta concedeu uma entrevista ao “Fantástico” neste domingo (23) para comentar sobre a série de transformações que fez pelo corpo recentemente.
A cantora mudou o nariz, os seios, a barriga, pintou os cabelos, porém, o cérebro continua o mesmo.
“Aproveitei que eu estava na faca e falei: ‘me deixa linda, me deixa com nariz de gente metida'”, brincou ela.
“Mexi no peito, estou toda mexida. Diminuí os seios e consertei um erro que tinha no nariz, de uma cirurgia anterior”, contou ela. De acordo com a cantora, a redução nos seios foram feitas por motivo de saúde, pois colocou silicone aos 18 anos e os seios continuaram crescendo.
Anitta contou que a polêmica cirurgia no nariz, que a fez virar motivo de piada nas redes sociais, também foi um conserto. “Descobri que meu nariz estava obstruído por conta da cirurgia anterior que não deu certo. Falei: ‘aproveita e deixa ele bonito, porque acho ele horroroso’. E tirei pneuzinho. Agora não tenho mais defeito. Agora acabou. Está tudo maravilhoso”, divertiu-se ela.
Essa é a Anitta, uma das maiores expoentes da música brasileira contemporânea…

“ORGANIZADORES DE MARCHA QUE PREGOU VOLTA DA DITADURA, COMETERAM CRIME”, AFIRMA ADVOGADO

prisaoEm contato com a nossa redação, um advogado esclareceu que as pessoas que organizaram a Marcha da Família com Deus pela liberdade, realizadas em algumas cidades do país no último sábado (22), cometeram crime com penas que preveem prisão.
Ele chama a atenção para o que diz os artigos 22 e 16 da Lei 7.170/83, que, vale ressaltar, foi editada pelos militares durante a ditadura, e ainda encontra-se em vigor.
Vejamos: “Art. 22 – Fazer, em público, propaganda:
I – de processos violentos ou ilegais para alteração da ordem política ou social;
(…)
Pena: detenção, de 1 a 4 anos.”
“Art. 16 – Integrar ou manter associação, partido, comitê, entidade de classe ou grupamento que tenha por objetivo a mudança do regime vigente ou do Estado de Direito, por meios violentos ou com o emprego de grave ameaça.
Pena: reclusão, de 1 a 5 anos.”
Agora é com o Ministério Público….

DICAS PARA SE DAR BEM EM MARCHAS DA FAMÍLIA COM DEUS

BLOG DO SAKAMOTO
hitler
Jogo rápido: se estiver de saída para curtir uma das marchas pela volta da ditadura e da Santa Inquisição, marcadas para este sábado (22), em várias cidades, vá preparado. Este rápido guia, que é atualizado sempre que possível neste blog, vai mostrar como parecer antenado com a vanguarda. Fique por dentro e mostre que não é apenas um rostinho bonito que não conhece a história do seu país. Você também tem conteúdo.
E antes que alguém reclame: sim, o direito à manifestação é um direito fundamental. Mas o direito ao riso também.
Alguns argumentos, abaixo, tem cheiro de esquerdismo. Mas, entendam, é importante fazer concessões para partidos esquerdistas como o DEM para compor maioria. Afinal de contas, apesar de instigante, saiba que revogar a Lei Áurea não é uma possibilidade. Pelo menos, por enquanto…
Se o assunto é: Marco civil da internet, regulação da publicidade, classificação indicativa e democratização da comunicação
Seus argumentos devem ser:
“Qualquer regulamentação é ruim, o mercado regula”
“É um atentado à liberdade de imprensa”
“Querem acabar com o seu direito de escolha”
“Os anunciantes não podem dilapidar sua própria imagem revelando segredos industriais. Quem não quer, não compre”
“As teles não podem dilapidar seu patrimônio fazendo concessões populistas. Quem não quer, não assine”
“A classificação indicativa é censura. Os pais é que têm que regular o que seus filhos assistem”
“A internet já é livre, não precisa de lei protegendo-a”
Se o assunto é: Mortos e desaparecidos políticos, abertura de arquivos da ditadura, revisão da Lei de Anistia
Seus argumentos devem ser:
“Não é hora de mexer nesse assunto”
“A Anistia foi para todos. Valeu para os militares; valeu para os terroristas”
“Não é hora de mexer nesse assunto”
“A Anistia foi para todos. Valeu para os militares; valeu para os terroristas”
E se não convencer, use também:
“Não é hora de mexer nesse assunto”
“A Anistia foi para todos. Valeu para os militares; valeu para os terroristas”
Se o assunto é: Cotas nas universidades, ação afirmativa, Estatuto da Igualdade Racial.
Seus argumentos devem ser:
“Para a biologia, a raça humana é uma só. Logo, não faz sentido falar de preconceito”
“A política de cotas é perigosa. Irá criar conflitos que não existem hoje no Brasil”
“É uma ameaça à qualidade do ensino, pois os beneficiários não conseguirão acompanhar as aulas”
“Essas iniciativas representam uma ameaça ao princípio de que todos são iguais perante a lei”
“Cotas são ruins para os próprios negros, pois eles sempre se sentirão discriminados na faculdade”
Se o assunto é: Tortura
Seus argumentos devem ser:
“Se excessos foram cometidos durante a revolução ou por alguns policiais hoje, foi pelo bem de todos ”
“Estamos em guerra. E, na guerra, somos nós ou eles”
“Esses ativistas ficam protegendo bandido. E as vítimas torturadas por eles?”
“Tortura não deveria ser crime porque bandido bom é bandido morto”
Se o assunto é: Bolsa Família
Seus argumentos devem ser:
“O pobre vai usar o dinheiro para comprar TV, geladeira, sofá e outros artigos de luxo”
“O pobre não terá incentivo para trabalhar. Vai se acostumar na pobreza”
“Não adianta dar o peixe, tem de ensinar a pescar”
“O programa não tem porta de saída” (não tente explicar o que é isso)
“O governo só sabe criar gastos”
Se o assunto é: Emprego e desemprego
Seus argumentos devem ser:
“O que os sindicatos não entendem é que, nesta hora, todos têm que dar sua cota de sacrifício”
“Os garis grevistas não pensaram na população, apenas neles mesmos”
“Sem uma reforma trabalhista que desonere o capital, o Brasil está fadado ao fracasso”
“A CLT é uma amarra que impede a economia de crescer”
“É um absurdo os sindicatos terem tanta liberdade”
“Trabalho escravo não existe no Brasil. É criação de fiscais do trabalho desocupados”
Se o assunto é: Criminalização da homofobia e da transfobia
Seus argumentos devem ser:
“Gays não querem igualdade? Por que precisam de privilégios que as pessoas normais não têm?”
“Uma lei que criminaliza a homofobia é discriminatória e vai criar cidadãos de segunda classe”
“Criar uma lei para algumas dezenas de mortos é um absurdo. E os mais de 50 mil cidadãos de bem assassinados todos os anos?”
“A Constituição garante a igualdade. Leis assim é que minam a harmonia do país”
“Os progressistas não são contra prisões? Por que criar mais um crime a ser punido com cadeia então?”
Enfim, pode ser que você não queira usar argumentos como esses para convencer ninguém. Mas, acredite, muitos deles foram usados para convencer você.

ATENÇÃO PARTICIPANTES DO ATO EM PROL DA IGNORÂNCIA…

Em contato com a nossa redação, a organização da “Marcha da Família com Deus Pela Liberdade” nos enviou um release para que divulgássemos o ato, que será realizado nesse sábado em Ilhéus.
Porém, por questões técnicas, achamos melhor que, ao invés da divulgação do material, contendo muitas agressões à inteligência coletiva, publicaríamos tal imagem abaixo.
Muito explicativa, diga-se de passagem…

marcha2

ESTUDANTE DE DIREITO CONVOCA A “MARCHA DA FAMÍLIA” EM ILHÉUS

EDITORIAL | andrei@ilheus24h.com.br
O cartaz oficial da marcha fala por si só. Ao lado, o culto do rapaz à jornalista do SBT.

O cartaz oficial da marcha fala por si só. Ao lado, o culto do rapaz à jornalista do SBT.

Este blog prepara uma cobertura extraordinária para o maior evento de rua das últimas décadas em Ilhéus. Não, não é o carnaval quem está de volta à cidade, mas um pesadelo que alguns desavisados querem fazer retornar aos dias atuais.
Se trata da “Marcha da Família com Deus Pela Liberdade”, que completou 50 anos no último dia 19 e serviu como um verniz de legitimidade ao golpe militar de 1964. O mega evento está marcado para acontecer em Ilhéus, no próximo dia 22, sábado, às 15h, com saída da 18ª Circunscrição Militar, na Rua Rotary, Centro da cidade.
Pra quem tem pouco tempo de vida, como este redator que vos escreve, explico: a marcha foi puxada por esposas de políticos e cidadãos de classe média. Por trás do movimento, setores do empresariado, partidos de oposição, a Igreja e até a CIA arquitetavam tudo, temendo um golpe comunista no Brasil e os avanços em setores sociais. Avanços esses, como a retomada da reforma agrária, tocados pelo então presidente João Goulart. 
Jango, como todos sabem, foi deposto poucos dias depois da marcha, quando iniciava, em 1 de abril de 1964, os 20 anos de ditadura militar no Brasil.
Segundo o pesquisador Luiz Antonio Dias, chefe do Departamento de História da PUC-SP, em entrevista ao Globo, a marcha de 50 anos atrás reuniu 100 mil pessoas pelas ruas de São Paulo e não representava a vontade da maioria dos brasileiros. À época, pesquisas indicavam que 50% da população era favorável ao governo de Jango, contra 30% que o rejeitava.
Cinquenta anos depois, o temor é o mesmo. Longe de oferecer o risco de um golpe comunista, a presidente Dilma Rousseff representa, ainda, o que há de mais avançado no espectro político, principalmente quando se trata de permitir aos mais vulneráveis ocupar melhor espaço na sociedade. E isso assusta muito a elite brasileira.
O cenário passa a ser mais ridículo quando se trata de uma cidade que se tornou significativa por ter passado glorioso dominado por coronéis de cacau de um lado e trabalhadores semi-escravizados colhendo o fruto no pé de outro.
Voltando de vez à nossa pequena realidade, em Ilhéus, a marcha da família [rica] é convocada por um estudante de Direito de uma faculdade particular. Para estudar, o rapaz, de 21 anos, desembolsa cerca de 750 reais de mensalidade. Dinheiro não é problema.
No facebook, dissemina elogios à jornalista Rachel Sherazade, aquela que pediu, em rede nacional de TV, por mais negros amarrados em postes e disse compreender quando isso acontecia. Com a mesma intensidade que ama a jornalista, o puxador da marcha odeia, detesta, tem pavor da presidente Dilma Rousseff.
Em release enviado ao ILHÉUS 24H, o rapaz afirma que a marcha é para “reforçar os valores familiares e demonstrar a insatisfação com as politicas públicas nos âmbitos econômico e social. O governo do PT está destruindo o modelo de família, com o nefasto objetivo de deter o controle sobre uma grande massa de jovens, para a sua perpetuação no poder” encerra. Sobre esse assunto, recomendamos ao estudante ler artigo que fala da redução da pobreza no País nos últimos anos. É só clicar aqui.
Para não restar dúvida do posicionamento político do puxador da marcha, na própria rede social, o jovem estudante de direito de universidade particular se declara de “extrema direita”.
Aí perguntam “é errado ser de direita ou de extrema direita”? E respondemos: Jamais. No entanto, os vinte anos de ditadura nos mostraram que errado é defender seu retorno, cultuar ‘Sherazades’ e pregar o ódio contra a líder da nação só por ela tentar (tentar!) incrementar medidas de avanço social que tanto ameaçam (será?) a redoma de vidro em que vive nossa elite de mente tacanha.
O ato, segundo o estudante de faculdade particular, tem o apoio da PM e do dentista Eduardo Rocha, ex-candidato a vereador e ex-ocupante de cargo comissionado na prefeitura de Ilhéus. 
Ratificamos: a marcha, em Ilhéus, é facilmente compreendida, mas, esperamos, deve ser pouco aceita. Cidade acostumada com coronéis jamais aceitaria presenciar a ascensão social proporcionada por Lula e Dilma.
Então, que sejam convocadas marchas, não pelo ódio ao avanço social ou a quem o proporciona, mas para que se garantam mais direitos amplos, como o à educação. Quem sabe assim, o estudante de faculdade particular possa ser aprovado numa universidade pública sem precisar pagar a exorbitante mensalidade.

EDUARDO CAMPOS MOSTRA A VERDADE SOBRE DILMA

Vídeo gravado durante debate televisivo entre os candidatos a governador do Pernambuco, em 2010. Vale a pena assistir e compartilhar.

FHC DIZ QUE É CONTRA ABERTURA DE CPI DA PETROBRAS

ESTADÃO
Fernando Henrique Cardoso.

Fernando Henrique Cardoso.

O ex-presidente tucano Fernando Henrique Cardoso disse nesta quinta-feira, 20, não ser favorável à abertura da CPI da Petrobras agora, mas avalia que o desdobramento do caso depende do empenho do governo em investigar as denúncias de irregularidades na estatal. Para FHC, a proximidade das eleições presidenciais pode ‘partidarizar’ a apuração.
No Congresso, entretanto, a liderança do PSDB já participa da articulação que cobra abertura de comissão. “Acho que o momento eleitoral não é o mais propício. Não sou favorável a partidarizar. Mas se o governo não apurar direitinho, abre espaço [para CPI]”, declarou o ex-presidente, após ministrar palestra para novos alunos da universidade Estácio.
Durante o evento, o ex-presidente disse que a Petrobras “deu marcha à ré” durante o governo de seu sucessor, o petista Luiz Inácio Lula da Silva, quando, segundo ele, houve uma retomada da influência dos partidos na empresa. “Nós transformamos a Petrobras em uma corporation, uma empresa, não uma repartição pública. Para isso, tem que tirar a influência dos partidos. No governo anterior ao atual, deu marcha à ré e o resultado está aí, com escândalo nos jornais”, afirmou ao responder à pergunta de um estudante.
Em entrevista à reportagem após a palestra, Fernando Henrique cobrou do governo investigação sobre a compra da refinaria em Pasadena. “Já se sabia do caso, a novidade é que a própria presidente reconheceu que está errado. Então ela tem que agir em consequência. É estranho (a aprovação pelo Conselho com base em um relatório). Pelo que vi, o valor (atual da refinaria) é muito aquém do que foi pago, é muito escandaloso. Não quero culpar ninguém, não é só ela (Dilma), o conselho é formado por muita gente, gente de peso. Mas quando se erra se paga a consequência”, afirmou.
:: LEIA MAIS »

UMA POSSÍVEL MARCHA E MUITAS REFLEXÕES…

A Marcha

dom eduardo











WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia