WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
sesab bahia Neste site
setembro 2020
D S T Q Q S S
« ago    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

:: ‘Jair Bolsonaro’

BOLSONARO MINIMIZA PANDEMIA E DIZ QUE FICAR EM CASA ‘É PARA OS FRACOS’

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) parabenizou os produtores agrícolas que não ficaram em casa durante a pandemia e “não entraram na conversinha mole de ficar em casa”. A declaração aconteceu em um evento no Mato Grosso nesta sexta-feira, 18.

“Vocês não pararam durante a pandemia. Vocês não entraram na conversinha mole de ‘fica em casa’. Isso é para os fracos”, disse. As informações são da coluna Poder, do jornal Folha de S. Paulo. :: LEIA MAIS »

PF INTIMA FILHOS DO PRESIDENTE NO CASO DOS ATOS ANTIDEMOCRÁTICOS

Eduardo e Carlos Bolsonaro foram intimados pela PF.

A Polícia Federal intimou o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) a prestar depoimento no âmbito do inquérito que investiga a organização e o financiamento de atos antidemocráticos.

Ambos serão chamados na condição de testemunhas. O caso, que tramita sob sigilo no Supremo Tribunal Federal (STF), investiga deputados, youtubers e influenciadores bolsonaristas. :: LEIA MAIS »

CONGRESSO REAGE A BOLSONARO E ARTICULA CRIAÇÃO DE PROGRAMA DE RENDA MÍNIMA

Divulgação

O Congresso decidiu acelerar as discussões pela criação de um novo programa de renda mínima, seguindo a lógica de apagar a presença da marca Bolsa Família. O deputado do PSB, Alessandro Molon, disse: “nem todo mundo receberá, apenas uma parte da população, que necessite. Que parte é essa, a gente vai decidir.”

A reportagem do jornal Folha de S. Paulo destaca que “do mesmo partido de Molon, o deputado Felipe Rigoni (ES), que faz parte da frente parlamentar mista em defesa da renda básica, afirmou que o grupo ainda não se reuniu para definir uma estratégia em reação à desistência de Bolsonaro de lançar o Renda Brasil.” :: LEIA MAIS »

EM LIVE, BOLSONARO DESCARTA FIM DO SEGURO-DEFESO

FOTO: Facebook

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quinta-feira (10) que não pretende acabar com o programa seguro-defeso, pago a pescadores artesanais. A notícia foi dada pelo secretário especial da Pesca, Jorge Seif, durante a live semanal do presidente, transmitida pelas redes sociais.  

“Houve um ruído da questão do fim do seguro-defeso, que é fake news total. O presidente definiu que o seguro-defeso vai continuar nos mesmos moldes que anteriormente, ou seja, ele não entra no Renda Brasil. E o que nós estamos continuando a fazer é filtrar, fazer o recadastro, para trazer seriedade no programa”, afirmou Seif de acordo com a Agência Brasil.  :: LEIA MAIS »

BOLSONARO DIZ QUE VAI DECIDIR PESSOALMENTE SOBRE ADOÇÃO DO 5G NO PAÍS

Trecho congelado de live

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira (3), em sua live semanal nas redes sociais, que decidirá pessoalmente sobre os parâmetros para adoção da tecnologia 5G no Brasil. A previsão atual é que o leilão de licenças do padrão 5G seja realizado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) no primeiro semestre de 2021. 

“Nós somos uma potência. Nós temos que ter um sistema de inteligência robusto para poder trabalhar ali na frente”, disse. “Vou deixar bem claro: quem vai decidir sobre o 5G sou eu. Não é terceiro, ninguém dando palpite por aí não”, reforçou. :: LEIA MAIS »

DIAGNOSTICADO COM CÁLCULO RENAL, BOLSONARO FARÁ PROCEDIMENTO DE CATETERISMO

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Nesta segunda-feira (31), o presidente Jair Bolsonaro compareceu ao departamento médico do Palácio do Planalto e foi submetido a uma ultrassonografia. Ele foi diagnosticado com cálculo renal.

O presidente afirmou, à CNN Brasil, que o cálculo está um pouco maior que um grão de feijão e que fará uma cirurgia para retirá-lo em setembro. “Senti um incômodo e fui fazer o exame. Mas estou bem. Isso é coisa da idade”, afirmou. :: LEIA MAIS »

BOLSONARO MANTÉM AUXÍLIO ATÉ DEZEMBRO, MAS DIZ QUE AINDA NÃO SABE O VALOR

Divulgação

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou nesta sexta-feira, 21, que o pagamento do auxílio emergencial será prorrogado até dezembro.

No entanto, ele declarou que as parcelas serão menores dos que as que são pagas atualmente, nos valores de R$ 600 ou R$ 1.200, no caso de mulheres chefes de família, mas não revelou o novo montante. :: LEIA MAIS »

BOLSONARO FALA EM ESTENDER AUXÍLIO EMERGENCIAL ATÉ O FINAL DO ANO

A declaração foi dada durante cerimônia, no Palácio do Planalto, em que o presidente sancionou duas medidas provisórias (MP) aprovadas pelo Congresso Nacional

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quarta-feira (19) que o auxílio emergencial deve ser prorrogado por mais alguns meses, podendo ser estendido até o final do ano.

A declaração foi dada durante cerimônia, no Palácio do Planalto, em que o presidente sancionou duas medidas provisórias (MP) aprovadas pelo Congresso Nacional, a que institui o Programa Emergencial de Suporte a Empregos (MP 944/20), e a que cria o Programa Emergencial de Acesso a Crédito (MP 975/20). Segundo o presidente, o valor do benefício aos informais pesa nos cofres públicos e, por isso, deverá ser reduzido nos próximos pagamentos. 

:: LEIA MAIS »

BOLSONARO SINALIZA DIMINUIÇÃO NO VALOR DO AUXÍLIO EMERGENCIAL: ‘R$ 600 PESA MUITO’

Aplicativo auxílio emergencial do Governo Federal.

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sinalizou que o valor de R$ 600 do auxílio emergencial deve diminuir. Em evento realizado nesta quarta-feira (19), em Brasília, o chefe de Estado assinou medidas de crédito para as empresas do país. No entanto, ele teceu opiniões contundentes sobre o auxílio.

Bolsonaro também indicou que se reuniu na manhã desta quarta com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), no Palácio da Alvorada, para discutir a possibilidade de prorrogação do auxílio. :: LEIA MAIS »

MP-RJ APONTA QUE FLÁVIO BOLSONARO OMITIU R$ 350 MIL EM COMPRA DE LOJA DE CHOCOLATES NO RIO

FOTO: Diário de Pernambuco

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) indica que o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), e a sua esposa, Fernanda Bolsonaro, omitiram o invstimento de R$ 350 mil em uma franquia de uma loja de chocolates no Rio de Janeiro.

A investigação está no âmbito do processo das “rachadinhas”, na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj). A loja em questão é de propriedade de Flávio e de Alexandre Santini, com quem o parlamentar tem sociedade desde 2014. :: LEIA MAIS »



dom eduardo

lm mudancas













WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia