WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom ponte ilheus prefeitura ilheus shopping jequitiba Neste site
julho 2020
D S T Q Q S S
« jun    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

:: ‘Jair Bolsonaro’

APÓS POLÊMICAS, DECOTELLI ENTREGA CARTA DE DEMISSÃO DO MEC PARA BOLSONARO

Decotelli pede demissão após polêmicas

O ministro da Educação, Carlos Decotelli, pediu demissão nesta terça-feira (30) do cargo. De acordo com a CNN Brasil, ele apresentou uma carta ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) pedindo desligamento do cargo. O chefe de Estado teria aceitado o pedido.

Nomeado na última semana para substituir Abraham Weintraub, a situação de Decotelli passou a ficar insustentável após sucessivas inconsistências apresentadas em seu currículo.

:: LEIA MAIS »

‘EU ACHO QUE JÁ PEGUEI’, DIZ BOLSONARO SOBRE COVID-19

Bolsonaro em live pelo facebook

O presidente da República, Jair Bolsonaro, acredita que já foi infectado pelo novo coronavírus. A declaração foi dada pelo chefe do Executivo na noite desta quinta-feira (25), durante uma transmissão ao vivo. Ao falar sobre a sua condição de saúde, ele se propôs a fazer um novo teste.

“Fiz dois testes lá atrás, deu negativo. Alguns acham que já peguei. Não senti nada, não sei. Eu posso até fazer o teste novamente para ver se tenho anticorpos já. Eu acho que eu já peguei, tá certo? Mas isso vai da vida sanitária de cada um”, afirmou. :: LEIA MAIS »

BOLSONARO DIZ QUE AUXÍLIO EMERGENCIAL DEVERÁ TER QUARTA PARCELA

Aplicativo do Auxílio Emergencial.

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira (28) que o governo deve propor uma quarta parcela do auxílio emergencial, atualmente em R$ 600, mas que o valor ainda está em estudo pelo governo, que poderá reduzi-lo.

“Nós já estudamos uma quarta parcela com o Paulo Guedes. Está definindo o valor, para ter uma transição gradativa e que a gente espera que a economia volte a funcionar”, afirmou o presidente durante sua live semanal, transmitida pelas redes sociais. :: LEIA MAIS »

EM LIVE, BOLSONARO DIZ QUE ANALISA TRÊS NOMES PARA STF: ‘UM VAI SER EVANGÉLICO’

Bolsonaro falou em live sobre indicação para o STF

O presidente Jair Bolsonaro comentou novamente que vai indicar um jurista evangélico para uma das vagas do Supremo Tribunal Federal. Uma vaga será aberta nesse ano e outra em 2021. A declaração foi dada durante sua live transmitida pelo Facebook, nesta quinta-feira (28).

“Eu costumo dizer que eu tenho três nomes, que eu não vou revelar, que eu namoro para indicar para o Supremo Tribunal Federal. Um vai ser evangélico, é um compromisso que eu tenho com a bancada evangélica. Pessoal critica, não tem nada a ver. Se é católico, cristão, evangélico, candomblecista, ateu, não interessa. Tem que ter conhecimento e desenvolver seu papel lá, mas uma pitada de religiosidade, de cristianismo, no meu entender, é muito bem-vinda”, disse.  :: LEIA MAIS »

DATAFOLHA: REJEIÇÃO A BOLSONARO CHEGA A 43% E BATE RECORDE

Rejeição aumenta em meio a crise do coronavírus

A rejeição ao presidente Jair Bolsonaro cresceu nas últimas semanas em meio à crise do coronavírus. De acordo com pesquisa Datafolha revelada nesta quinta-feira (28), 43% dos brasileiros consideram o governo ruim ou péssimo, o que representa um recorde. O último levantamento do instituto apontava 38% de rejeição.

Por outro lado, a aprovação de Bolsonaro segue estável, com 33%. O número foi o mesmo nas duas últimas aferições da Datafolha. Já os brasileiros que acham o governo regular caíram de 26% para 22%.  :: LEIA MAIS »

MORO DIZ QUE BOLSONARO NÃO APOIOU O COMBATE À CORRUPÇÃO

Sergio Moro concedeu entrevista ao Fantástico que foi exibida neste domingo (24).

Ex-ministro da Justiça, Sergio Moro afirmou que o presidente Jair Bolsonaro não apoiou o combate à corrupção, que foi carro-chefe da campanha eleitoral de 2018. 

“Tem que entender, no fundo, essa questão da interferência na Polícia Federal, ela vem num contínuo, na qual ingressei no governo, e até dei uma entrevista na época ao Fantástico, muita clara de que eu tinha um compromisso com combate à corrupção, com combate à criminalidade violenta, combate ao crime organizado. E, em partes, foi realizado – especialmente à criminalidade violenta – o combate ao crime organizado. O que eu entendi, no entanto, é que essa agenda anticorrupção – e me desculpem aqui os seguidores do presidente, se essa é uma verdade inconveniente -, mas essa agenda anticorrupção não teve um impulso por parte do presidente da república pra que nós implementássemos”, disse Moro, em entrevista ao Fantástico, da TV Globo. :: LEIA MAIS »

MINISTRO RETIRA SIGILO DO VÍDEO DE REUNIÃO QUE MORO DIZ SER PROVA DA INTERFERÊNCIA DE BOLSONARO NA PF

Reunião de ministros foi divulgada pelo STF

O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou nesta sexta-feira (22) a divulgação do vídeo da reunião ministerial de 22 de abril, cuja gravação foi apontada pelo ex-ministro Sergio Moro como prova na investigação de suposta interferência do presidente Jair Bolsonaro na Polícia Federal.

Na decisão, o ministro liberou tanto a íntegra do conteúdo do vídeo quanto da transcrição da reunião.

O ministro determinou que a decisão seja encaminhada imediatamente à Procuradoria Geral da República, à Advocacia-Geral da União e à chefe do Serviço de Inquéritos da Diretoria de Investigação e Combate ao Crime Organizado da Polícia Federal (Sinq/Dicor), Christiane Correa Machado, e seja dada ciência ao ex-ministro Sergio Moro.

:: LEIA MAIS »

‘NÃO DÁ PARA FAZER PIADA QUANDO O BRASIL PASSA DE MIL MORTES’, AFIRMA RUI COSTA

Divulgação

A piada do presidente Jair Bolsonaro sobre a cloroquina não foi bem vista pelo governador da Bahia, Rui Costa. Durante entrevista à rádios da Chapada Diamantina nesta quarta-feira (20), o gestor repudiou as palavras do chefe do Executivo e lamentou o fato do Ministério da Saúde estar sendo comandada interinamente pelo general Pazuello.

“Não dá para fazer piada quando o Brasil passa de mil mortes, como foi o caso de ontem. Piada, inclusive, sem graça. É uma lástima o Brasil estar sem ministro da Saúde e com um general de interino, com todo respeito a carreira militar”, declarou. :: LEIA MAIS »

BOLSONARO DEFENDE PROTOCOLO DIFERENTE PARA COVID-19, DIZ BRAGA NETTO

Segundo ministro da Casa Civil, presidente não ignora a ciência

O ministro-chefe da Casa Civil, Walter Braga Netto, comentou nesta sexta-feira (15) sobre a saída de Nelson Teich do Ministério da Saúde durante coletiva de imprensa no Palácio do Planalto. Braga Netto afirmou que o Teich alegou questões de “foro íntimo” para pedir demissão do cargo. O ministro ressaltou que o presidente Jair Bolsonaro defende protocolos diferentes do agora ex-ministro no tratamento para a covid-19.

“Ministro Teich saiu por questões de foro íntimo. Conversou hoje com o presidente, uma conversa amigável, conversou comigo e outros ministros, sem problema nenhum. São posições diferentes, o  presidente não ignora a ciência, ele segue os protocolos. Ele tem uma visão diferente de qual é o protocolo a ser seguido”, afirmou.  :: LEIA MAIS »

LAUDO APRESENTADO POR BOLSONARO NÃO POSSUI CPF, RG E DATA DE NASCIMENTO

Divulgação

Um dos três exames de covid-19, apresentados pelo presidente Jair Bolsonaro aos Supremo Tribunal Federal (STF) não consta CPF, RG, data de nascimento ou qualquer outro item que constate o laudo médico ao do presidente, ou a outra pessoa.

Segundo as informações divulgadas pelo Estadão, no blog do Fausto Macedo, no papel do exame feito pela Fiocruz, atribuído pela Advocacia-Geral da União (AGU) ao chefe do Executivo, há o termo “paciente 5” como identificação. Nos demais laudos, feitos pelo laboratório Sabin, constam codinomes como “Airton Guedes” e “Rafael Augusto Alves da Costa Ferraz”, porém os documentos informados como dados pessoais são de Bolsonaro. :: LEIA MAIS »


wedding dresses


dom eduardo

lm mudancas













WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia