WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
bebeto galvao shopping jequitiba



dezembro 2018
D S T Q Q S S
« nov    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

:: ‘Bahia’

APÓS DELEGADOS AMEAÇAREM ABANDONAR CARGO, CHEFIAS DA PM, PC E DPT ANUNCIAM PERMANÊNCIAS

Em protesto na tarde de ontem vários delegados entregaram o cargo.

Os profissionais da Segurança Pública das polícias Civil, Militar e Técnica (delegados, escrivães, investigadores, oficiais, praças e peritos) garantiram a permanência nos cargos de chefia das instituições, em reunião no Centro de Operações e Inteligência, na manhã desta quarta-feira (12). A decisão foi tomada após encontro liderado pelo secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa, para esclarecer as propostas do Governo do Estadual que visam a estabilidade das contas do estado.

Barbosa reuniu o procurador-geral do Estado, Paulo Moreno, o secretário de Administração, Edelvino Góes, o delegado-geral da Polícia Civil, Bernardino Brito, o comandante-geral da PM, Anselmo Brandão, e o diretor do Departamento de Polícia Técnica, Élson Jeffesson, para explicar os detalhes do documento aos diretores de departamentos da PC e DPT e comandantes da PM, além reafirmar o compromisso de que não haverá perdas para as categorias. Os profissionais do Corpo de Bombeiros também terão os direitos assegurados. Dúvidas das classes, que mantêm os atendimentos nas unidades, foram sanadas.

:: LEIA MAIS »

ILHÉUS E VÁRIAS OUTRAS CIDADES DA REGIÃO ESTÃO EM SITUAÇÃO DE RISCO DE SURTO DE DENGUE, ZIKA E CHIKUNGUNYA

Várias cidades da região cacaueira estão em alerta ou risco de surto.

A Bahia tem 255 cidades em situação de alerta ou risco de surto de dengue, zika e chikungunya, segundo informações divulgadas nesta quarta-feira (12) pelo Ministério da Saúde.De acordo com o órgão, os dados são resultado do Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa) deste ano.

Das 255 cidades destacadas no estado, 186 estão em alerta e outras 69 estão com risco de surto das doenças e a maioria delas estão localizadas no Sul da Bahia com Ilhéus (6,9), Itabuna (8,6) e Ibicaraí (12,8) sendo das cidades que apontaram altos Ìndices de Infestação Predial (IIP), que mede o risco de contagio das doenças. Outras cidades  da região cacaueira como Buerarema, Coaraci, Itajuípe e Uruçuca também estão em situação de risco.

:: LEIA MAIS »

10 DOS 19 MÉDICOS INSCRITOS PARA DISTRITOS INDÍGENAS NA BAHIA DESISTIRAM DAS VAGAS

Na Bahia mais da metade dos médicos destinados para Distritos Indígenas não compareceram

Apesar de balanço do Ministério da Saúde apontar que todas as vagas do Programa Mais Médicos na Bahia foram preenchidas na primeira etapa de inscrições (veja aqui), a realidade se mostra diferente, especialmente nos Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEIs). Do total de 19 vagas abertas no edital, 10 já foram recusadas pelos profissionais.

De acordo com Itana Miranda, chefe da Divisão de Atenção à Saúde Indígena do DSEI Bahia, além das desistências, há ainda um médico com um pedido não previsto no edital, de iniciar sua atividade apenas em janeiro de 2019. Dessa forma, apenas oito profissionais estão atuando nas comunidades indígenas baianas.

:: LEIA MAIS »

CORTE DE 50% DE REPASSES AO PLANSERV GERA RECLAMAÇÕES DE SERVIDORES PÚBLICOS DO ESTADO

Servidores protestam contra diminuição do repasse do Planserv. FOTO: TV Bahia

A redução do repasse de verba do governo do estado ao Planserv, plano de saúde que atende a mais de 500 mil servidores públicos da Bahia, prevista na proposta de reforma administrativa anunciada pelo governador Rui Costa, está gerando reclamações entre os funcionários públicos do estado.

Pelo projeto de lei previsto para ser votado nesta terça-feira (11), na Assembleia Legislativa, em Salvador, a contribuição do governo ao Planserv, que atualmente é de 4%, seria reduzido pela metade, passando para 2%.

:: LEIA MAIS »

MAIS DE 300 DELEGADOS DA BAHIA AMEAÇAM ENTREGAR O CARGO EM PROTESTO A REFORMAS DE RUI

Em assembléia delegados ameaçam entregar os cargos. FOTO : G1

Mais de 300 delegados que ocupam postos de chefia na Bahia decidiram entregar os cargos após assembleia realizada nesta terça-feira (11), em protesto contra a reforma administrativa anunciada pelo governador Rui Costa, mais especificamente a proposta de fixar os ganhos do governador como o teto salarial para todos os servidores do estado — o salário do governador é de R$ 22 mil.

O Sindicato dos Delegados de Polícia da Bahia (ADPEB) diz que, com a medida de limitar o teto salarial, os delegados terão perdas na remuneração que podem chegar a até 40%. O sindicato ainda afirma que os delegados têm dedicação exclusiva e que estão com salários congelados há quatro anos.

:: LEIA MAIS »

EM EVENTO, RUI COSTA COBRA QUITAÇÃO DE DÉBITOS FEDERAIS COM A BAHIA

Evento reuniu governadores de todo Nordeste

Reunidos em Brasília nesta quarta-feira (21), os governadores nordestinos redigiram carta ao presidente da República eleito, Jair Bolsonaro. Entre os destaques, está o reinício de obras paralisadas. No caso da Bahia, está em questão a retomada de pagamentos de algumas obras.

Como explicou o governador, a Bahia arcou com suas parcelas e também com as parcelas de responsabilidade do governo federal em grandes obras, a exemplo do metrô de Salvador. “A União, hoje, só para as obras do metrô, falta repassar R$ 180 milhões e nós tivemos que arcar com recursos próprios para não deixar a obra paralisar. Não deixamos parar diversas outras obras, tendo que colocar recursos próprios enquanto não chegavam recursos do governo federal. Vai ficando uma situação quase que insuportável suprir todas as ausências de pagamento do governo federal para obras estruturantes do estado”, afirmou Rui.

:: LEIA MAIS »

GOVERNO DO ESTADO INVESTE NA PRODUÇÃO DO CACAU E DO CHOCOLATE

Lançamento do Plano Operacional do Cacau e do Chocolate. FOTO: SECOM PMI

O Governo do Estado lançou, nesta quinta-feira (8), o Plano Operacional para o Cacau e Chocolate da Bahia 2018-2022, em parceria com Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (CEPLAC/MAPA). O lançamento aconteceu na sede regional da Ceplac, em Ilhéus, e contou com as presenças do governador da Bahia em exercício, João Leão e dos secretários Jeronimo Rodrigues (Desenvolvimento Rural), José Alves (Turismo) e Geraldo Reis (Meio Ambiente).

João Leão destacou que a ampliação da produção de cacau e o polo chocolateiro são fundamentais para a economia regional, gerando milhares de empregos. “Além do cacau, o Governo do Estado está investindo em obras como o Porto Sul e a Ferrovia Oeste Leste, em parceria com empresários chineses, além da construção da nova ponte Ilhéus-Pontal, já em fase de execução, e da duplicação da rodovia Ilhéus-Itabuna, num conjunto de ações que vão inserir o Sul da Bahia como um grande polo econômico”, enfatizou.

:: LEIA MAIS »

DEBATE DA TV BAHIA TEM ATAQUES A RUI COSTA E ELEIÇÃO PRESIDENCIAL EM FOCO

FOTO: TV Bahia

Já na reta final da corrida pelo governo do estado, o debate já tradicional da TV Bahia colocou frente a frente os cinco principais candidatos a assumir o cargo de Governador da Bahia. Durante todo encontro, o atual governador e candidato a reeleição, Rui Costa (PT) foi alvo de diversas perguntas sobre a sua gestão nos últimos três anos e meio. 

A emissora afiliada da Rede Globo reuniu, por ordem alfabética, João Santana (MDB), João Henrique (PRTB), Marcos Mendes (PSOL), Rui Costa (PT) e Zé Ronaldo (DEM), nesta terça-feira (2).

:: LEIA MAIS »

DEBATE DA TVE REUNIU SEIS CANDIDATOS A GOVERNADOR DA BAHIA

FOTO: TVE

Seis dos sete candidatos ao governo da Bahia nas eleições de 2018 participaram do segundo debate na televisão, promovido pela TV Educadora, na noite desta quinta-feira (20). O encontro durou pouco mais de 2h30.

Participaram do debate os candidatos João Santana (MDB), José Ronaldo (DEM), João Henrique (PRTB), Célia Sacramento (Rede), Rui Costa (PT) e Marcos Mendes (PSOL). Somente o candidato Orlando Andrade (PCO) não participou do debate, o motivo não foi informado pela emissora.

:: LEIA MAIS »

COM ALTO INVESTIMENTO E DÍVIDA BAIXA, BAHIA ENCERROU 2017 EM EQUILÍBRIO FISCAL

Segundo lugar em volume de investimentos entre os estados brasileiros nos últimos anos, com R$ 2,48 bilhões aplicados em 2017 em obras e ações que beneficiam diretamente a população, a Bahia também está no grupo dos menos endividados do país. A dívida consolidada líquida fechou 2017 equivalendo a 58% da receita corrente líquida, ou seja, numa situação hipotética, o estado precisaria de apenas metade da receita de um ano para pagar toda a sua dívida.

Definida pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) como um dos mais importantes parâmetros de equilíbrio das contas públicas, a regra estabelece que a dívida de um estado não pode ultrapassar o limite de duas vezes a sua receita.

Nos maiores estados brasileiros, a realidade neste quesito é bem diferente daquela registrada na Bahia: eles apresentam endividamento próximo ou acima do limite da LRF. Em pior situação no país, o Rio de Janeiro deve 270% de sua receita corrente líquida, ou seja, o governo carioca precisaria das receitas de quase três anos para pagar a sua dívida.

:: LEIA MAIS »

dom eduardo

projetos arquitetonicos











WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia