.

Ao completar 30 anos de estadualizada, no dia 5 de dezembro, a Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) tem muitos motivos para comemorar. No dia 6 de dezembro de 2021, a instituição vai oferecer uma programação de eventos e homenagens para fazer memória da trajetória vitoriosa.

Nesses 30 anos, a Uesc tornou-se um respeitado centro de pesquisa, exibindo um excelente índice de produtividade científica. Antes da estadualização, a instituição contava com nove cursos de graduação e um de pós-graduação. Hoje, a Uesc oferece 33 cursos de graduação presencial e cinco na modalidade de ensino a distância; 50 cursos em nível de pós-graduação, sendo 17 especializações, 25 mestrados e 08 doutorados.

A principal missão da Uesc é fortalecer a identidade regional analisando, refletindo, pesquisando e contribuindo com o progresso da região. Na Extensão, a universidade se faz presente com serviços prestados junto à comunidade interna e externa com centenas de programas e ações, que ao longo da história, alcançaram mais de 3,5 milhões de pessoas, em praticamente, todos os municípios da região.

Instalada na comunidade do Salobrinho, à margem da rodovia Jorge Amado (BR 415), a Uesc assumiu o papel de principal laboratório para o desenvolvimento regional numa área de influência geoeducacional composta por 74 municípios, numa área de 55.838 quilômetros quadrados e uma população estimada em 2.171.409 habitantes.

A Universidade Estadual de Santa Cruz tem sido uma referência na área da pesquisa. Atualmente são 147 laboratórios e equipamentos de ponta nas mais diversas áreas do saber, apoio a projetos de pesquisa desde a iniciação científica até a pós-graduação, a Uesc já teve milhares de artigos científicos publicados e patentes registradas, com pesquisadores que se destacam no cenário científico mundial pela qualidade e quantidade de suas produções e participações em comunidades científicas, além de diversos prêmios acumulados em congressos e concursos.

A instituição participa ativamente no processo de desenvolvimento socioeconômico e cultural da região, cria ambiente para a geração direta e indireta de milhares de empregos e contribui no debate de questões econômicas, de formulação de políticas públicas e de incentivo ao empreendedorismo. A Uesc sempre potencializa a mão de obra especializada para participar da vida da sociedade e apontar soluções para as questões essenciais do Sul da Bahia. Neste ponto, o fortalecimento da educação está na agenda dos cursos da Uesc, que formam professores e pedagogos que atuam em toda a região.

Por essas características, a Uesc consolidou sua influência no cenário nacional e já acolhe estudantes dos 26 estados e do Distrito Federal. Tem convênios de cooperação científica com 37 instituições de ensino de 19 países, além do intercâmbio internacional de estudantes e professores. Isso é fruto do reconhecimento ao trabalho responsável e de qualidade realizado na instituição.

O desempenho da comunidade acadêmica no ensino, na pesquisa e na extensão, nessas três décadas, fez a Uesc alcançar uma posição de excelência junto ao Ministério da Educação e a rankings internacionais, em uma escala ascendente. Segundo o levantamento realizado pelo THE (Times Higher Education) em 2021, a Uesc já é a segunda instituição de ensino superior mais importante no cenário da Bahia e ocupa o 87º (octogésimo sétimo) lugar entre as universidades latino-americanas.