O exame que a pequena Eloá necessita não pode se feito pelo SUS.

Após a pequena Eloá de apenas oito meses ser diagnosticada com problemas cardíacos, e a mãe não conseguir realizar exames cruciais para a sua sobrevivência na rede pública, a família precisa de ajuda. Ante esse drama, a família esta realiza uma rifa, visando conseguir os recursos necessários para fazer o exame eletrocardiograma na rede privada.

Segundo a mãe, Rita de Cássia, moradora da Rua da Horta, no Malhado, o problema cardíaco da criança se manifestou devido a complicações no parto. Ela ressalta a urgência dita pelos médicos, na realização do exame, e lamenta por ele não ser feito através do SUS.

Rita ressalta que está nessa batalha há meses, e que infelizmente não tem condições de arcar com as despesas.

Quem estiver interessado em participar da rifa para ajudar a pequena Eloá, basta entrar em contato com a família, através do telefone 73 9 9933-6877, que também é a chave PIX.

De acordo com informações colhidas pelo Ilhéus 24H, não há prestador habilitado para fazer ecocardiografia infantil no SUS de Ilhéus, e, para esse caso específico, o exame só é feito com a criança internada.