.

Um caso inusitado e sinistro ocorrido em Ilhéus, em 2012, enfim teve um desfecho. Uma mulher, acusada na época de tentar matar os três filhos e o companheiro, foi presa, na cidade paulista de Sumaré, em cumprimento de mandado de prisão preventiva. A ordem judicial foi expedida pela 1ª Vara do Júri da Comarca de Ilhéus.

De acordo com o delegado Helder Carvalhal de Almeida, do Núcleo de Homicídios de Ilhéus, a prisão ocorreu após troca de informações com a Divisão de Capturas da Polícia Civil de São Paulo, responsável pela localização da suspeita.

Conduzida para o 89º Distrito Policial da Capital, a mulher está à disposição da Justiça, aguardando seu recambiamento para a Bahia, onde responderá pelas quatro tentativas de homicídio.

O CASO – As investigações apontaram que em 2012, a suspeita, com a intenção de matar as vítimas, envenenou a comida do esposo, e dos três filhos do casal. O homem chegou a ser internado em diferentes unidades de saúde, onde passou por exames para tentar diagnosticar a enfermidade.

Segundo a polícia, durante os internamentos das vítimas, a mulher seguiu com a prática delituosa. “Ela envenenava a alimentação servida para o companheiro, e obrigava um dos filhos a fazer a mesma coisa”, destaca.

Ainda de acordo com informações policiais, a acusada começou um novo relacionamento quando o companheiro ainda estava internado, e deixou de frequentar o hospital. Com isso, afirma a polícia, o homem passou a apresentar melhoras no quadro clínico, levando os profissionais a suspeitarem de envenenamento. O caso foi confirmado após realização de exames.