.

Uma apreensão ocorrida em Itabuna significou prejuízos para o tráfico de drogas no sul da Bahia. Na tarde da terça-feira (05), uma mulher foi presa no terminal rodoviário da cidade, em posse de 36 kg de maconha, dividida em 36 tabletes.

Segundo informações policiais, o cheiro forte da erva levantou suspeita dos passageiros, que denunciaram a situação. O ônibus, da empresa Gontijo, vinha do Rio de Janeiro.

A mulher foi identificada como Rita de Cássia Ludovico, 24 anos. A polícia afirma que ela tinha acabado de chegar de viagem, demonstrou nervosismo durante a abordagem policial, e, quando suas malas foram abertas, a droga foi encontrada.

Informações preliminares indicam que o entorpecente, originário da capital fluminense, pertenceria a facção criminosa denominada Raio A, e seria usada para abastecer vários bairros de Itabuna.

Além dos 36 kg de maconha, foram apreendidos também com a mulher, duas buchinhas de maconha, um celular, e R$ 134 em espécie.

Ainda de acordo com informações policiais, Rita é moradora da região conhecida como Gogó da Ema, próximo aos bairros do São Caetano e Sarinha. Ela foi autuada em flagrante e responderá na justiça por tráfico de drogas, e associação para o tráfico.