.

Mais um grave acidente de ônibus ganhou os noticiários da Bahia e da região no fim de semana. Dessa vez, envolvendo um veículo da Viação Gontijo, tradicional empresa de transportes mineira, com várias linhas para municípios baianos. O acidente ocorreu na noite do último sábado, na BR-116, próximo a cidade de Leopoldina-MG. O ônibus, saído da cidade de Santo Amaro, tinha como destino o município de Ubatã, no sul da Bahia. Segundo informações, quatro pessoas morreram no acidente, entre elas, uma criança de um ano de idade, e uma idosa da cidade de Ipiaú.

De acordo com o site Vitória da Conquista Notícias, no acidente o veículo despencou de uma ribanceira de aproximadamente 250 metros nas margens da rodovia. Ao todo, o ônibus levava 52 passageiros, dos quais seis crianças, além do próprio motorista. Todos os envolvidos tiveram algum tipo de ferimento.

Segundo a publicação, quando chovia bastante na hora, e a região, bastante sinuosa, conta apenas com pistas simples. O site afirma que na altura do KM 776, o motorista do ônibus perdeu o controle e atravessou uma curva, caindo no barranco íngreme, e capotando em seguida. O resgate durou toda a madrugada.

VÍTIMA DE IPIAÚ – Maria das Graças de Jesus Nascimento, 68 anos de idade, e natural de Ipiaú, foi uma das vítimas fatais do acidente com o ônibus da Viação Gontijo.

A ipiauense embarcou no ônibus em Santo Amaro com destino a Ipiaú no sábado (02) às 11:30h em companhia do marido e um neto, que tiveram apenas ferimentos leves. Ela voltava a Ipiaú com intenção de rever parentes e fechar uma venda de imóvel na cidade.

A EMPRESA – A Viação Gontijo, em comunicado à imprensa, lamentou pelo acidente, e informou que presta auxílio às famílias dos passageiros mortos, assim como os machucados. A empresa relata que o estado de cada um foi checado, além de ter sido devidamente avisado às famílias, e ter prestado todo os auxílios necessários.

Ainda de acordo com a Gontijo, todos os cuidados também foram prestados, no que diz respeito ao acompanhamento às famílias, na liberação dos corpos junto às autoridades.