Cavalos foram amarrados nas portas dos moradores

Na noite desta sexta-feira (13) o terror dos moradores da rua Júlio de Brito foi mais uma vez o desrespeito das pessoas que vão até a passarela do álcool para confraternizar.

Segundo o decreto Municipal mais recente, publicado no último dia (7), o toque de recolher está suspenso, ou seja, é permitido que bares e restaurantes abram sem restrição de horário. Eventos e atividades com até 300 pessoas também estão autorizados entre 6 e 17 de agosto.

Mas o desrespeito aos morados do Pontal chama à atenção, um vídeo publicado pela pagina de humor “iosdadepre” mostra que cavalos estavam “estacionados nas portas das casas na rua Júlio de Brito.

Por volta da meia noite, fiscais foram até a passarela e fizeram a devida autuação sobre os animais amarrados nas janelas e portas. Depois de outras denúncias os bares também foram fechados.

No mês passado, os moradores dessa mesma rua em forma de protesto fixaram cartazes escritos à mão, com frases como “somos moradores nascidos e criados aqui! Fazer zoada e ir para suas casas fora daqui é fácil” e “queremos dormir”

Ainda de acordo com o decreto, permanecem proibidas shows, festas, públicas ou privadas, independentemente do número de pessoas.

Cartaz escrito à mão por moradores