Isaquias Queiroz e Jacky Godmann ficam em terceiro lugar na bateria C2 100m nas Olimpíadas de Tóquio — Foto: REUTERS

Dupla baiana acabou atrás das canoas chinesa e cubana e terão que entrar na água na segunda-feira para tentar vaga nas semifinais, que acontecem na terça-feira(03).

 Na segunda-feira japonesa, ainda noite de domingo no Brasil, os baianos entraram pela primeira vez nas aguas japonesas. O maior medalhista brasileiro olímpico numa única edição dos Jogos, o canoísta Isaquias Queiroz e o estreante Jacky Godmann, de Itacaré fiaram na terceira posição em bateria da fase classificatória do C2 1000m, o que obriga a dupla a participar das quartas de final no mesmo dia.

É o primeiro dia da canoagem de velocidade em Tóquio, no canal Sea Forest, e apenas os dois primeiros da bateria seguiam direto às semifinais.

Agora, Isaquias Queiroz e Jacky Godmann correm pelas quartas de final logo mais na madrugada, em bateria a partir de 0h21 (de Brasília), aí sim para o tudo ou nada. Os barcos da China e de Cuba chegaram nas duas primeiras posições na bateria e avançaram direto à semifinal.