A Operação Terra Firme foi deflagrada pelo DEPIN, através das 21a Coorpin-Itapetinga, 7a Coorpin-Ilheus e 9a Coorpin-Jequie.

Na manhã desta quinta-feira (29), a Polícia Civil deflagrou a segunda fase da OPERAÇÃO TERRA FIRME, que tem como objetivo, cumprir mandados de busca e apreensão, após investigação de crimes de Roubo de caminhões de gado e caminhões frigoríficos carregados com carne resfriada, ocorridos na Rodovia BA-670.

Os roubos teriam acontecido nos trechos que cortam os municípios de Itapetinga, Potiraguá e adjacências, e as vítimas são caminhões que transportam cargas de bois gordos destinados a abate num Frigorifico de Itapetinga e carne resfriada que seria comercializada na região.

Os mandados foram cumpridos nas cidades de Ubaitaba, Aurelino Leal e Jequié, sendo identificado o principal receptador das cargas roubadas, como D.J.S.S., 31 anos, que possui um açougue no centro da cidade de Ubaitaba.

D.J.S.S. foi preso com 28 (vinte e oito) munições intactas de calibre 6.35mm, 04 (quatro) aparelhos celulares, bem como também estava de posse do veículo GM ÔNIX, cor branco, citado pelos motoristas vítimas como sendo o veículo utilizado nas ações criminosas da quadrilha, inclusive os motoristas eram colocados no porta-malas do GM ÔNIX e levado como reféns, somente sendo liberados horas depois.

PRIMEIRA FASE

A primeira fase da operação Terra Firme prendeu em Itabuna o chefe da Organização Criminosa de vulgo SECO, identificado como A. E. DE J. N., bem sua companheira A. L. A., que além de ser responsável pela contabilidade da ORCRIM, também estava de posse de um dos aparelhos celulares de um dos caminhoneiros vítima do roubo com restrição da liberdade.

Os mandados foram cumpridos nas cidades de Ubaitaba, Aurelino Leal e Jequié,