A ocupação máxima de alunos nas salas de aula deve ser de 50% da capacidade

Nesta terça-feira (13) a Prefeitura de Ilhéus anunciou que publicará dois decretos ainda hoje. Um que autoriza o retorno das atividades letivas nas unidades de ensino, sejam públicas ou particulares, na modalidade semipresencial, e  outro que  prorrogará o toque de recolher das 00h às 05h, entre os dias 13 e 27 de julho de 2021.

No entanto, apesar do relaxamento das medidas, existem restrições, no caso das escolas a ocupação máxima de alunos nas salas de aula deve ser de 50% (cinquenta por cento) da capacidade de cada sala.  Já o toque de recolher, continua proibindo festas e shows, mas permite eventos com até 100 pessoas.

O decreto que trata sobre o retorno semipresencial das aulas, também estabelece um  relatório com todos os protocolos sanitários e setoriais a serem respeitados pelas instituições, de forma obrigatória, para o adequado retorno seguro, com uso obrigatório de máscaras de proteção por todos, sejam professores, funcionários ou alunos.

Entre algumas regras a serem estabelecidas, estão uma rigorosa revisão e higienização dos ambientes, de equipamentos e locais climatizados antes da volta às aulas, bem como para o uso de banheiros e bebedouros.

Também estão dispostas regras específicas sobre ambientes como salas de estudo individual e em grupo, bibliotecas, quadras, piscinas, auditório e laboratórios de informática, além de orientações das autoridades sanitárias, no caso de suspeita de contaminação e para os transportes escolares, com disposições específicas.

Em Ilhéus, as escolas publicas ainda não possuem data para o retorno. Entre as particulares, o colégio São Jorge, por meio de nota oficial marcou para o dia 21 de julho a volta às aulas nesses modelos, de forma escalonada respeitando todos os protocolos de segurança. Os colégios Vitória e Piedade estão fazendo pesquisas de opinião para saber a opinião dos pais sobre o retorno das aulas presenciais.