“Não haverá eventos grandiosos no estado da Bahia enquanto não houver vacina. Nós não vamos brincar com isso” disse Rui Costa. Foto: Uendel Souza/bahia.ba

O governador Rui Costa (PT) é categórico sobre a possibilidade da realização de eventos de fim de ano na Bahia com apoio do governo do Estado. Para o petista, não é pertinente realizar eventos enquanto não houver distribuição de uma vacina contra a Covid-19.

“Se não tiver vacina, no estado da Bahia não vai ter festa com aglomeração, porque nós não vamos permitir. Qualquer festa com aglomeração só com a vacina. Então não vai ter Réveillon com 5 mil pessoas, com 10 mil, com apoio, participação e consentimento do Estado. Nós não permitiremos”, disse Rui na cerimônia de entrega de novas moradias a 54 famílias de baixa renda no bairro Costa Azul, em Salvador nesta quarta-feira (18).

O governador garante que seu posicionamento não tem ligação com a corrida eleitoral municipal, e alertou para os novos casos de Covid na Europa e em São Paulo.

“Vamos manter as restrições. Não podemos brincar com a vida alheia. As ações continuam. Minha postura não era pré ou pós-eleitoral, minha postura é pela vida das pessoas. Não mudarei minha forma de encarar a pandemia porque passou a eleição. Então, não haverá eventos grandiosos no estado da Bahia enquanto não houver vacina. Nós não vamos brincar com isso. Voltou a morrer gente na Europa. Em São Paulo os hospitais estão lotados.” [Bahia.ba]