FOTO: Agência Brasil

A Rússia pretende registrar uma segunda vacina contra o novo coronavírus até o dia 15 de outubro. A informação foi divulgada pela agência de notícias TASS citando Rospotrebnadzor, órgão regulador russo de segurança do consumidor.

A nova vacina foi produzida pelo Instituto Vector, da Sibéria, e concluiu o estágio inicial de testes em humanos na semana passada.

Vale destacar que em agosto a Russia registrou sua primeira candidata a vacina, desenvolvida pelo Instituto Gamaleya, de Moscou. Os testes estão em estágio avançado em pelo menos 40 mil pessoas pelo mundo. [A Tarde]