Divulgação

Os funcionários dos Correios decidiram manter a greve, iniciada em 17 de agosto, após uma reunião, em Salvador, nesta sexta-feira (11). Participaram da tentativa de negociação para pôr fim à paralisação, representantes do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), Ministério Público Estadual (MP-BA), Correios e trabalhadores da empresa.

A categoria pede que os Correios cumpram o acordo coletivo firmado no ano passado, e que tem validade até o ano que vem, mas que deixou de ser cumprido desde agosto.

Durante a greve, vários funcionários chegaram a acampar em frente ao Centro de Distribuição de Encomendas, na BA-535, conhecida como Via Parafuso, em Camaçari, região metropolitana de Salvador.

A reunião desta sexta ocorreu horas após um grupo de funcionários fazer uma passeata na capital baiana contra os cortes dos direitos. A concentração do grupo, no largo do Campo Grande, começou por volta das 9h30. [G1]