Serviço de Abordagem realiza atendimento diário às pessoas em situação de rua em Ilhéus

Programa da Prefeitura de Ilhéus realizado pela Secretaria de Desenvolvimento Social (SDS), o Serviço de Abordagem Social vinculado ao Centro de Referência Especializado para Pessoas em Situação de Rua (Centro Pop) presta atendimento diário ao público assistido. O trabalho consiste em mapear a população, apresentar o serviço e inseri-la na rede de proteção social do município.

A aceitação, contudo, deve ter caráter voluntário. “Realizamos um trabalho humanizado, disponibilizando um serviço que visa devolver a cidadania dessas pessoas e restabelecer o vínculo familiar”, destacou Rubenilton Silva, titular da SDS. A equipe de acompanhamento é composta por assistentes sociais e psicólogos. O espaço oferece café e almoço, ambiente para higiene pessoal, lavagem e secagem de roupas.

Também são realizadas atividades de convivência, voltadas à reinserção comunitária e ao resgate de vínculos familiares. De acordo com Gustavo Pestana, coordenador do Serviço de Abordagem Social, as equipes mapearam 238 pessoas em situação de rua no território ilheense nos últimos dois meses. Desse total, cerca de 150 pessoas estão cadastradas no Programa Bolsa Família/Auxílio Emergencial e aproximadamente 80% vieram de outras cidades e estados. As capacitações, cursos e oficinas estão suspensos em decorrência da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

A coordenação do Serviço de Abordagem explica que a dependência química é uma das principais causas de rompimento de vínculos e da saída de casa. Uma em cada 10 pessoas encaminhadas para instituições de acolhimento conclui a proposta estabelecida; sete saem com menos de três dias. Cinco em cada cem pessoas têm comprometimento psiquiátrico severo. Inexiste adesão às propostas no Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (Caps-AD).