Foto: Divulgação.

A nova versão online de um dos principais espetáculos do Teatro Popular de Ilhéus foi sucesso de público no último final de semana. A montagem virtual “Teodorico Majestade: a última Live de um prefeito” estreou dia 24 (sexta-feira) e também foi transmitida dia 25 (sábado), contando ainda com bate-papo pós espetáculo, que na estreia teve participação especial do professor Felipe de Paula Souza.

A segunda semana de apresentação do espetáculo contará com dois novos convidados especiais para o bate-papo entre o grupo e o público na sequência da transmissão. Na sexta-feira, 31 de julho, a comunicadora e atriz Karoline Vital vai conversar sobre sua dissertação “Teodorico Majestade: o teatro entre memória e história”, na qual investigou o trabalho da memória como agente político que interfere na realidade histórica da cidade ao pensar como a representação do passado no espetáculo do Teatro Popular de Ilhéus serve de mecanismo político no contexto social. Karoline Vital é atriz e comunicadora dedicada especialmente ao setor cultural. É Mestra em Letras – Linguagens e Representações e bacharela em Comunicação Social – Rádio e TV pela Universidade Estadual de Santa Cruz e licenciada em Letras pela Universidade Norte do Paraná.

No sábado, 1º de agosto, após o espetáculo será a vez do papo com Fernando Yamamoto, um dos fundadores dos Clowns de Shakespeare (RN), onde atua como diretor, professor, pesquisador, gestor, tradutor e dramaturgo. Sua pesquisa transita por universos como o teatro popular, a comicidade, a rua e o teatro latino-americano. O bate-papo tratará do encontro dos Clowns com o Teatro Popular de Ilhéus na montagem de Medida por Medida e da experiência cênico cibernética do grupo Clowns com o espetáculo online Clandestin@s.

“Teodorico Majestade” continuará em cartaz durante todo o mês de agosto, às sextas e sábados, com transmissões sempre às 21 horas. Os ingressos são limitados, e estão à venda na plataforma Sympla por 10 e 20 reais, onde também será feita a transmissão. O público pode ainda ajudar o grupo com colaborações voluntárias de 50 e 100 reais, e dessa forma contribuir para a manutenção da Tenda TPI durante a pandemia. Além disso, todos os espetáculos do TPI têm uma porcentagem reservada gratuitamente para estudantes de escola pública. Para realizar a compra dos ingressos, basta acessar o site www.sympla.com.br/teatropopulardeilheus.

O espetáculo “Teodorico Majestade” está em cartaz desde 2006, montado como um posicionamento do Teatro Popular de Ilhéus diante dos escândalos ocorridos na cidade, e sua repercussão contribuiu para a mobilização da população ilheense contra o então prefeito Valderico Reis, tendo histórica importância na cassação de seu mandato em 2007. O espetáculo é uma sátira política em formato de cordel sobre um prefeito prestes a perder seu mandato por conta de denúncias que vieram a público, construindo um protesto bem-humorado que mostra o lado ridículo dos bastidores da política corrupta e que, ao mesmo tempo, conclama o povo a exercer seus direitos de cidadão. Na obra, Teodorico, Prefeito de Ilha bela, está prestes a perder seu mandato depois que uma onda de denúncias de corrupção tomou conta dos noticiários. Até um grupo de teatro resolveu fazer um espetáculo sobre ele. Agora, está acuado, pressionado a assinar seu pedido de renúncia.

Fundado em 1995 por Équio Reis (in memorian), o grupo já produziu dezenas de espetáculos, tendo circulado em diversas cidades do Brasil, chegando também a se apresentar na Europa. A partir de pesquisas e criações, o TPI interfere positivamente no município de Ilhéus e região, promovendo debates, encontros e estudos que contribuem para a formação cultural de seu público. A longevidade do Teatro Popular de Ilhéus é um indicador de um projeto de empreendedorismo cultural exitoso que tem um planejamento à longo prazo bastante sólido e em constante avaliação. Em 2020 completa 25 anos de existência, cujas comemorações contarão com a publicação do livro “A vida é uma rima”, um ensaio biográfico do Teatro Popular de Ilhéus que está sendo escrito pelo crítico teatral e jornalista Valmir Santos. Além disso, antes da pandemia o grupo vinha se preparando para estrear o espetáculo “Sonho de uma noite de verão”, cuja montagem será retomada quando a programação da Tenda for normalizada.

O Teatro Popular de Ilhéus está localizado na Avenida Soares Lopes, em Ilhéus, e é uma instituição cultural independente, atualmente mantida pelo programa de Ações Continuadas de Instituições Culturais – uma iniciativa da Secretaria de Cultura da Bahia com recursos do Fundo de Cultura do Estado da Bahia, mecanismo que custeia, total ou parcialmente, projetos estritamente culturais de iniciativa de pessoas físicas ou jurídicas de direito público ou privado. Os projetos financiados pelo Fundo de Cultura são, preferencialmente, aqueles que apesar da importância do seu significado, sejam de baixo apelo mercadológico, o que dificulta a obtenção de patrocínio junto à iniciativa privada.