Duas pessoas ligadas ao MBL são presas, diz MP

Dois integrantes do Movimento Brasil Livre (MBL) foram presos na manhã desta sexta-feira (10) em operação realizada pela Polícia Civil, Ministério Público Estadual e Receita Federal. Os membros são investigados pelo desvio de mais de R$ 400 milhões de empresas, segundo a polícia.

Segundo o MP, os presos Alessander Mônaco Ferreira e Carlos Augusto de Moraes Afonso são investigados por lavagem de dinheiro e ocultação de patrimônio. Representantes do MBL, no entanto, negam que os dois façam parte do grupo.

Estão sendo cumpridos seis mandados de buscas e apreensão e dois de prisão nas cidades de São Paulo e Bragança Paulista. Um dos mandados ocorre na sede do movimento.

A operação chamada de “Juno Moneta” faz referência ao antigo templo romano onde as moedas romanas eram cunhadas.