Centro de acolhimento foi montado nas dependências de um hotel no distrito de Mamoan.

Um centro de acolhimento para pessoas que testaram positivo para a Covid-19 começou a funcionar em Ilhéus, cidade do sul da Bahia, desde a quarta-feira (8). O local tem capacidade para 104 pessoas. É a primeira unidade desse tipo no município.

O centro fica no distrito de Mamoan, zona norte da cidade. Até a manhã desta quinta-feira (9), dois pacientes já estavam na unidade se recuperando do novo coronavírus.

Conforme a vigilância epidemiológica da cidade, a Secretaria de Saúde vai entrar em contato com as pessoas que testaram positivo, analisar o perfil e ver, se o paciente tem a necessidade de ir para o centro e, assim, evitar a contaminação de outras pessoas.

A vigilância disse ainda que, caso necessário, a pessoa poderá ser levada para o centro de acolhimento em um transporte disponibilizado pela própria prefeitura.

Protestos da comunidade

No último dia 23 de junho, moradores do distrito de Mamoan realizaram uma manifestação pedindo a não instalação do centro de acolhimento no local.

Na ocasião, manifestantes alegaram que o centro poderia colocar em risco toda a comunidade que não possui fácil acesso a tratamentos de saúde. Os moradores alegaram que eles não teriam sido consultados na época da instalação do centro de acolhimento nas dependências do Hotel Mamoan.