FOTO: SECOM/PMI

O Centro de Referência de Atendimento à Mulher (CRAM), da Secretaria de Desenvolvimento Social (SDS), está com a oferta de atendimentos presenciais às terças e quintas-feiras, apenas no período da manhã, devido à pandemia, das 08h às 12h. O programa, que atende mulheres vítimas de violência doméstica e intrafamiliar, funciona na Av. Vereador Marcus Paiva, 172, bairro Cidade Nova.

A Central de Atendimento Remoto do CRAM, criada desde o início do isolamento social, continua disponível de segunda à sexta, das 08h às 17 horas, via WhatsApp pelo número  (73) 98899-5269.

“Foi uma determinação do prefeito Mário Alexandre que todos os serviços continuem funcionando para comunidade. Estamos atendendo via remoto diariamente e agora presencialmente duas vezes na semana para garantir que a comunidade continue sendo assistida”, declara o secretário de Desenvolvimento Social, Rubenilton Silva.

CRAM – O programa oferece acompanhamento com psicóloga, advogada e assistente social, com a finalidade de prestar apoio psicológico, jurídico e de empoderamento social para as mulheres vítimas de violência doméstica. Além disso, o Centro encaminha os casos notificados à Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam), à rede de saúde, ao Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) e ao Centro de Referência da Assistência Social, (CRAS), além dos órgãos de justiça.

Para denunciar a violência contra a mulher, basta ligar para o número 180, do serviço “Disque 180”.