Divulgação

O médico infectologista Gustavo Cunha avaliou o cenário epidêmico de Ilhéus nas últimas semanas. De acordo com ele, as medidas adotadas pela Prefeitura contribuem significativamente para a diminuição do ritmo de contaminação por coronavírus (Covid-19) e do crescimento acelerado dos casos. De forma paralela, a população adere ao uso de máscara nas ruas e espaços públicos.

“Nós temos visto nos últimos dias uma tendência à desaceleração da curva, que se verticalizou num dado momento, com o pico da epidemia, mas que agora está em queda. Isso se deu graças às precauções que foram tomadas pela administração municipal no sentido de se evitar a infecção por Covid-19 na cidade”, pontuou Cunha.

Segundo ele, o trabalho de acompanhamento e monitoramento dos pacientes com Covid-19 realizado pela Vigilância do município reforça as ações chefiadas pelo prefeito Mário Alexandre. “O Município tem feito um trabalho exemplar, sendo referência para outras cidades. A Secretaria de Saúde antecipou as ações em relação ao combate à Covid-19, através de iniciativas extremamente importantes, que vem mostrando a eficácia com os resultados que temos hoje”, disse. O infectologista acrescenta que a situação da Covid-19 em Ilhéus é avaliada semanalmente, com definição dos critérios mediante o cenário epidêmico da cidade.

Entre algumas das medidas adotadas pela Prefeitura de Ilhéus para o enfrentamento à Covid-19 estão a desinfecção de espaços públicos com maior circulação de pessoas, barreiras de contenção, bloqueios sanitários nos bairros, fiscalização de estabelecimentos, instalação do primeiro Centro de Atendimento Covid-19 do interior da Bahia com 22 leitos, suspensão de algumas atividades comerciais, da circulação de ônibus e das aulas da rede municipal de educação, testagem em massa de idosos abrigados e de servidores, além da contratualização de novos leitos de UTI específicos para pacientes com coronavírus.