Crédito: Pixabay

Sabemos que alugar um apartamento não é nada fácil, devendo a pessoa fazer um monte de concessão por vezes por conta de grana ou de outros fatores. Negociar é sempre a chave para alugar um local em conta, saber dialogar e expor o seu lado e a sua argumentação é sempre crucial nessa fase. Para quem vai gastar boa parte de seu salário com um aluguel em Salvador, aprender algumas dicas para baixar um pouco o valor, afim de sobrar mais uma graninha no começo do mês, com certeza não é nada mal. Por isso preparamos esse artigo para você, esperamos que goste.

Num momento de crise financeira como a que vivemos, agravada ainda mais pela pandemia do coronavírus pela qual estamos passando, pechinchar em qualquer coisa ou setor da sua vida é imperativo para uma boa saúde financeira. Claro que o dono do imóvel pode não te dar desconto nenhum, mas se ele estiver precisando ocupar o imóvel e com dificuldade para fazê-lo, é bem provável que você consiga. Perder algo você não vai, então usar todo o seu poder de convencimento nesse momento seria ótimo e muito benéfico. Sua conta no banco agradece!

Salvador é uma daquelas cidades que ficam na nossa mente por anos quando a visitamos, por ser extremamente charmosa e cheia de vida. Sendo a capital do estado da Bahia, um dos mais desenvolvidos da região Nordeste, ela recebe milhões de turistas todos os anos para as suas famosas festas, como no seu adorável carnaval, por exemplo. Assim, o aluguel em certos pontos da cidade podem ser bem caros, como no centro da cidade, por exemplo. Daí a necessidade de negociar o valor do apartamento para alugar em Salvador que estiver olhando, pois a vida na cidade já não é nada barata.

Observe como está o imóvel

Não deixe que te vendam gato por lebre, muito dono de imóvel fala que o mesmo está em perfeitas condições de moradia, sendo que apresenta infiltração, paredes sem pintar e com manchas, piso quebrado em algumas partes, isso se não apresentar coisas ainda mais graves. Nesse caso, é necessário conversar com o proprietário e indagá-lo sobre as opções existentes. Explique que o preço é injusto pelo que foi apresentado, e peça um desconto justo.

É preciso fazer o dono entender que problemas como os descritos no parágrafo acima, fatalmente fazem com que o valor do aluguel baixe um pouco. Afinal, o imóvel se desvaloriza quando não está em perfeito estado, quando não recebeu manutenção periódica nos últimos tempos. Mesmo se o lugar estiver bem localizado e perto de tudo, o valor da locação deve diminuir se ele não estiver em boa condições.

Se venda como um bom inquilino

Conflitos entre proprietário e inquilino sempre existiu e sempre existirá, afinal, o dono pode achar que a pessoa não está cuidando de maneira apropriada da sua casa, sendo que o locador pode achar o locatário uma pessoa arrogante e fechada para o diálogo. Com uma relação assim, é provável que qualquer acordo futuro e entendimento sejam impossíveis. Isso traz consequências bastante negativas, pensando que nem sempre o contato entre os dois é uma questão de escolha.

Por isso, ser uma boa pessoa e estar disposto a desenvolver uma boa relação com o proprietário, pode ser uma ótima qualidade a se vender para ele. Se ele é uma pessoa difícil, provavelmente já deve ter tido conflito com algum inquilino, e é aí que você deve investir. Ninguém gosta realmente de brigar, pois além de gastar energia a convivência fica complicada depois. Nesse ínterim, se se mostrar uma pessoa solícita, flexível e que sabe conviver com o outro, pode ser uma boa maneira de conseguir convencer o dono de que você será uma bom locador. Assim, ele pode flexibilizar um pouco o preço se você o convencer de que será uma coisa boa tê-lo como seu inquilino.

Não tente enganar o proprietário

No jogo de convencimento na hora de apresentar a sua contraproposta, é preciso ser esperto para não fazer nada demais na hora. Muita gente começa a fazer um discurso muito apelativo, de mau gosto até, o que pode te prejudicar muito na tentativa de negociar o valor do aluguel. Como ele é dono de um imóvel já, provavelmente ele já deve ter tido contato com muitas pessoas ao longo dos anos que vieram com o mesmo discurso que você, querendo enganá-lo. Se isso já aconteceu com ele, a chance dele detectar a sua estratégia é bem grande. Por isso, pense bem antes de tentar uma coisa dessas, porque a sua chance de conseguir pagar um valor mais barato pode ir por água abaixo.

O melhor a fazer é ser sincero acerca da sua realidade financeira, isso as pessoas entendem muito mais. Fale da dificuldade em manter o orçamento e seja sincero ao dizer que não tem condições de arcar com um aluguel de tal valor. Seja esperto, argumente com ele, mostre as vantagens que ele terá caso o tenha como inquilino. No entanto, tente evitar se vitimizar, as pessoas não costumam gostar disso. Além do mais, o proprietário está lá para fazer um negócio e não caridade.

Se informe sobre o mercado e seus valores

Para você conseguir negociar de maneira eficaz e racional, é necessário ter conhecimento de causa. Claro que ninguém está dizendo que você vire do dia para a noite um especialista no mercado imobiliário, mas estudar e pesquisar a situação do mesmo na sua cidade já é um grande passo. Pesquise o preço do metro quadrado na região que você deseja, por exemplo, além do valor médio de aluguel que as pessoas pagam em determinada área. Isso tudo te dará confiança na hora de negociar, além de mostrar que você se preparou para aquela conversa. O que é imprescindível para causar uma boa impressão.

Para você que acabou de ler o artigo: “4 maneiras de negociar o valor do aluguel de um apartamento em Salvador”, fica o convite para voltar ao nosso site e ler mais alguns dos nossos posts. Você não se arrependerá!