Cena de A viagem de Chicó em noite de São João

Nas noites desta sexta (17) e sábado (18) a Cia de Teatro Fernando Fernandes, de Brasília/DF, fará sua passagem por Ilhéus com duas apresentações de espetáculos premiados. No dia 17, às 20 horas, vai em cena “A viagem de Chicó na noite de São João”. Baseado na Obra de Ariano Suassuna e com texto e direção de Fernando Fernandes, a montagem narra a história 20 anos depois da morte de João Grilo, quando Chicó embarca numa viagem até Caruaru para pagar uma promessa de João Grilo e é perseguido pelo prefeito da cidade.

A peça traz o encontro com os personagens do Auto da Compadecida, com uma linguagem simples e poética. Com vários prêmios, este espetáculo já foi assistido por mais de 100 mil espectadores pelo Brasil. A atuação fica por conta de Lucas Fernandes e do próprio Fernando Fernandes e com direção musical de Jorge Recife.

Do dia 18, também às 20 horas, será apresentado o espetáculo “O Palhaço”. Baseado na obra de Selton Mello e com texto e direção de Fernando Fernandes, a obra conta a história de Benjamim, integrante do Circo Esperança, que abandona o circo para viver na cidade. Com interpretação marcante, o espetáculo traz aos palcos do teatro a alegria do palhaço e o cotidiano do circo, abordando três linguagens de palhaçaria. O Ator Fernando Fernandes, morou durante 2 anos num circo para compor este personagem. Premiado em diversos festivais, O Palhaço foi o espetáculo mais aplaudido no FLIP 2019 em Paraty-RJ. Com atuação de Lucas Fernandes e Fernando Fernandes e direção musical de Jorge Recife.

Fernando Fernandes é escritor, produtor, diretor e ator de teatro, com mais de 30 espetáculos e mais de 20 outras produções. Foi Coordenador de Cultura do SESI e Diretor Regional de Cultura do GDF. Escreveu seis peças de Teatro e atualmente escreveu seu primeiro romance, “Dumas Brasileiro. Atua ainda nos espetáculos “O Milagre do Santo Novo”, “Tropicália”, “A Viagem de Chicó em Noite de São João” e “O Palhaço”. Considerado um dos mais renomados nomes da cena teatral brasiliense, iniciou sua carreira nos anos 1980, sendo fundador do Projeto Teatro para Educação, principal projeto de teatro nas escolas. No Teatro Dulcina foi produtor do projeto Fundação Banco do Brasil, onde fez produções com Fernanda Montenegro, Ítalo Rossi, Elizabeth Savala e outros nomes do teatro nacional.

Os dois espetáculos de Fernando Fernandes têm apoio da Prefeitura de Valparaíso/GO e do Teatro de Brasília. Em sua passagem pelo Teatro Popular de Ilhéus, o dramaturgo convida o público a reviver as grandes obras de Ariano Suassuna e Selton Melo em releituras muito poéticas e divertidas. Os ingressos podem ser adquiridos por R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada) no site do TPI, através do link www.teatropopulardeilheus.com.br/programacao, ou diretamente na bilheteria do evento, na Tenda.

O Teatro Popular de Ilhéus é uma instituição cultural independente, fundada em 1995 e atualmente mantida pelo programa de Ações Continuadas de Instituições Culturais – uma iniciativa da Secretaria de Cultura da Bahia com recursos do Fundo de Cultura do Estado da Bahia, mecanismo que custeia, total ou parcialmente, projetos estritamente culturais de iniciativa de pessoas físicas ou jurídicas de direito público ou privado. Os projetos financiados pelo Fundo de Cultura são, preferencialmente, aqueles que apesar da importância do seu significado, sejam de baixo apelo mercadológico, o que dificulta a obtenção de patrocínio junto à iniciativa privada.