Uanderson confessou o crime, mas alegou ter sido em legítima defesa.

Nesta segunda-feira (16) policiais civis integrantes do Núcleo de Homicídios de Ilhéus cumpriram mandado de prisão preventiva expedido pelo Juiz da 1ª Vara do Júri da Comarca de Ilhéus em desfavor de Uanderson da Conceição, vulgo “UA”, investigado pela prática do Homicídio Qualificado, ocorrido no dia 08/08/2019, por volta das 22h40min, no Caminho 24, bairro Ilhéus II, tendo como vítima Sales da Silva Oliveira.

De acordo com as investigações, a motivação do crime teria sido uma desavença ocorrida entre Luiz Fernando da Silva Santos, irmão da vítima, com Natalício Chaves Mendes, amigo de Uanderson.

Logo após a briga, o acusado estava com a posse de um revólver e como represália, acabou efetuando diversos disparos contra Sales da Silva que se encontrava distraído, sentado em uma calçada.

Uanderson da Conceição confessou o crime, contudo alega ter agido em legítima defesa, afirmando que Sales partiu em sua direção com uma arma de fogo em punho. Afirmou ainda que conseguiu desarmá-lo, efetuando os disparos que ceifaram a vida do algoz.

(FONTE: Fabio Roberto Notícias)