CCZ alerta sobre cuidados para evitar acidentes com escorpiões.

Em julho último, o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), alertou à população ilheense sobre a época do ano favorável ao surgimento de escorpiões, período que as fêmeas têm maior concentração de veneno. Cinco meses se passaram e o setor não registrou casos e nem recebeu solicitação de vistoria em domicílios ou terrenos.

Nesta semana, um blog da cidade publicou que um morador do Residencial Sol e Mar (Minha Casa e Minha Vida), na zona sul da cidade, teria encontrado escorpiões em seu apartamento, e que moradores estariam preocupados com a possível infestação do animal. No final, o veículo cita epidemia.

Entramos em contato com o CCZ. Paula Rocha é a coordenadora do setor em Ilhéus. Segundo informou, ninguém entrou em contato com o CCZ para solicitar uma vistoria no local, e que a imagem mostrada na publicação não comprova a evidência do fato.

Ademais, a responsável esclarece à população que os principais disseminadores de escorpiões, geralmente são cemitérios e imóveis insalubres, e cita os terrenos com entulhos e mato alto, residências com acúmulo de inservíveis, madeiras, sobras de construção e redes de esgoto expostas.

Algumas espécies têm expectativa de vida de até 10 anos, e para evitar a presença deles dentro de casa, é necessário tomar alguns cuidados preventivos. Como o escorpião se alimenta de baratas, é bom evitar o surgimento do inseto, mantendo o ambiente bem limpo.

Outra dica informada é evitar pilhas de madeira, cercas, tijolos, ferro velho, que também são os locais prediletos dos escorpiões. Caso identifique essas áreas, comunique e solicite do Centro de Controle e Zoonoses pelo telefone (73) 99924-6384, uma vistoria para receber outras orientações.

Caso alguém seja picado por um escorpião, a Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) recomenda ir imediatamente ao hospital mais próximo. Se possível, levar o animal ou uma foto para identificação da espécie, permitindo assim uma avaliação mais eficaz sobre a gravidade do acidente.

Prevenção – Manter limpos os quintais, não acumulando folhas secas, lixo e entulhos. Remanejar periodicamente materiais de construção armazenados, usando luvas de raspa de couro para proteger as mãos. Colocar o lixo em sacos plásticos fechados para evitar baratas e outros insetos. Conservar camas e berços afastados, no mínimo, 10 centímetros da parede.