Prefeitura amplia serviço de ultrassonografia obstétrica na rede municipal de saúde

A Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) ofertou no último sábado (23) exames de ultrassom para gestantes, na Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro Hernani Sá, zona sul de Ilhéus. O lançamento do ultrassom é feito na unidade de saúde mais próxima e todos os exames de pré-natal são autorizados em uma média de até três dias.

“O projeto ‘Fila zero para gestantes’ é uma iniciativa da prefeitura, cuja finalidade é agilizar o atendimento prestado às mulheres grávidas. A proposta também pretende contribuir para uma contínua melhoria do acesso e da qualidade na Atenção Básica, garantindo um cuidado integral em articulação com toda a rede de saúde”, esclareceu Fábio Mantena, supervisor da Central de Regulação do Município.

Ele enfatiza que o bom gerenciamento do SUS no município faz com que Ilhéus tenha uma rede de atendimento fortalecida, com médicos, recursos e aparelhos próprios, além de prestadores conveniados. O médico obstetra Alexandre Randall explica que é necessário acompanhamento da evolução da gestação e da saúde do feto.

“A atitude do prefeito Mário Alexandre é de suma importância, porque atende às gestantes que muitas vezes não têm condições de pagar o exame. Além de não permitir fila de espera, o atendimento possibilita que seja feito o acompanhamento pré-natal. O ultrassom é realizado para visualizar as características do feto, detectar possíveis anomalias, má-formação e posicionamento do feto, no intuito de identificar o tipo de parto”.

Randall destaca que é importante que a gestante realize ultrassom com periodicidade. No primeiro trimestre para analisar a viabilidade da gravidez; no segundo trimestre para detecção de possíveis patologias; e no terceiro trimestre o ultrassom é realizado para analisar posicionamento do feto, placenta, cordão umbilical e líquido amniótico.