Artilheiro, Gabigol decidiu a final da Libertadores 2019.

Após 38 anos, o Flamengo voltou a levantar a taça Libertadores da América, neste sábado (23), após uma vitória emocionante, de virada, sobre o River Plate, por 2 a 1 no Estádio Monumental de Lima (Peru).

O atacante Gabigol, artilheiro da Libertadores, fez história ao marcar os dois gols da virada rubro-negra nos cinco minutos finais da partida, garantindo o bicampeonato para o time carioca.

Coincidentemente, o primeiro título da Libertadores foi conquistado pelo Flamengo no dia 23 de novembro de 1981, quando o Rubro-Negro derrotou o Cobreloa, do Chile, com dois gols do craque Zico.  

Em Ilhéus as ruas foram tomadas por rubro-negros na noite deste sábado, o trânsito se tornou caótico e a Avenida Soares Lopes virou o centro da comemoração flamenguista. Bares e restaurantes da cidade comemoraram a grande presença de público neste dia histórico e continuarão comemorando a data festiva para os rubro-negros durante a semana, quando o Fla também pode se sagrar campeão do Campeonato Brasileiro de Futebol.