Divulgação

A Bahia registra esse ano 56.556 casos suspeitos de dengue por todo o estado. O número representa um aumento de 657,8% em comparação a 2018. Apesar desse aumento, o fornecimento do inseticida usado contra o mosquito adulto foi suspenso desde março pelo Ministério da Saúde.

Por todo o estado, já foram confirmadas 29 mortes pelo mosquito da dengue. Outras 31 estão sendo investigadas.

“Não só a Bahia, mas vários estados do país estão com dificuldade no abastecimento. Tem uma previsão de regularização até 4 de setembro, então está próximo”, disse Marcelo Medrado, técnico da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab).

Por meio de nota, o Ministério da Saúde informou que já recebeu 105.600 litros de inseticida que estão passando por testes de qualidade, antes de serem encaminhados para os estados.

Segundo a bióloga Cíntia Sacramento, a dengue é muito mais comum no verão. O número tão alto no inverno é um sinal de alerta. “Provavelmente esses mosquitos estão se desenvolvendo e se adaptando ao clima mais frio. Então a gente tem que ter um cuidado redobrado”, disse ela. (G1)