Mais um registro de tartaruga marinha encontrada morta em praias da região.

Uma tartaruga verde, espécie ameaçada de extinção, foi encontrada mortas na praia de São Domingo, em Ilhéus. A tartaruga, filhote, com cerca de 72 cm de comprimento, foi encontrada morta, na sexta (23), após ficar presa em uma rede de pesca

Outras duas tartarugas também foram encontradas mortas em Maraú. Os animais foram encontrados entre a sexta-feira (23) e o domingo (25). Com isso, subiu para 88 o número de tartarugas marinhas mortas entre Maraú e Canavieiras, área de monitoramento do projeto A-mar.

No domingo (25), foram encontradas as duas tartarugas mortas nas praias de Maraú. Uma delas, também filhote, com cerca de 80 cm de comprimento, foi encontrada com um lacre plástico preso no pescoço, na praia de Cassange.

De acordo com Wellington Laudano, sub-coordenador do projeto A-mar, que monitora a região, o animal tinha idade aproximada de 20 anos e deve ter ficado com esse lacre por muito tempo. Ainda segundo ele, o objeto cortou o pescoço da tartaruga.

Já na Saquaíra, o projeto A-mar encontrou uma tartaruga adulta, com cerca de 1,20m, que morreu após ficar presa em uma rede de arrasto de pesca.

Wellington alerta para as mortes em período reprodutivo das tartarugas. “Uma dor perder esses animais, e as fêmeas reprodutoras ainda mais. As tartarugas marinhas já estão em seu ciclo reprodutivo. Se aproximam para as cópulas, para em setembro virem desovar em nossas praias”, disse.