Taxa de homicídios em Ilhéus foi superior a Itabuna em 2017.

O Atlas da Violência de 2019, divulgado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), trouxe novos dados sobre os índices de homicídios ao longo do país. A pesquisa leva em conta os números registrados no ano de 2017, mas a pesquisa só foi publicada na última segunda-feira (5).

Na Bahia, Ilhéus registrou 78,6 homicídios para cada 100 mil moradores e ultrapassou Itabuna (que registrou 69,1 homicídios) no ranking e agora figura na 6ª colocação, enquanto a cidade vizinha apareceu em 12º. Entretanto, como a pesquisa calcula a taxa baseada na quantidade de habitantes, os números gerais de homicídios em Ilhéus foram levemente menores em relação a Itabuna, 126 e 133 respectivamente. É levado em consideração o fato de que a população estimada em 2017 era de 176.341 em Ilhéus e 221.046 em Itabuna.

Também no Sul da Bahia, Porto Seguro aparece com lugar de destaque, em segundo no ranking, com uma taxa de homicídios superior a 101,6 mortes violentas para 100 mil moradores. 

Outras Localidades

O estudo ainda apontou que a localidade mais perigosa da Bahia é Simões Filho, cidade que fica na Região Metropolitana de Salvador. A cidade apareceu com taxa de 119,9 mortes violentas para cada 100 mil habitantes. O município está na lista dos 20 mais violentos no País, no total foram registrados 156 assassinatos em 2017. 

Ainda na região metropolitana, Lauro de Freitas (99,0) é o terceiro no ranking  seguido de Camaçari (98,1), Eunápolis (82,8), Ilhéus (78,6) e Jequié (72,8).