EDPOPSUS promove roda de conversa sobre políticas transversais. Foto Sesau

A importância das Políticas Transversais no contexto da saúde foi tema de uma roda de conversa da iniciativa Educação Popular em Saúde (EDPopSUS), promovida na terça-feira (30), nas instalações do Palácio Paranaguá. Os professores Célia Regina e Rafael Guimaraes, da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB) foram os palestrantes, que contou com a participação do diretor escolar, Katu Tupinambá e do camponês do assentamento Dom Helder Câmara, Moacyr Pinho.

Além dos educandos da turma, o evento ainda teve a participação do secretário municipal de Saúde, Geraldo Magela, das apoiadoras da atenção básica do município e do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF). A ação teve articulação da Turma 1, do curso de Aperfeiçoamento EdPopSUS, da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), como construção do espaço de integração e troca das experiências vividas no programa.

A proposta estimou colocar diversos atores na roda para que se pudesse provocar uma sensibilização às questões que envolvem as políticas de equidade do SUS. Deu certo. Tanto que o encontro serviu ainda para avaliar o trabalho desenvolvido com o EdPopSUS, sistematizar as experiências dos estados e refletir sobre os desdobramentos possíveis para a Educação Popular em Saúde nos próximos anos.

A estratégia da roda de conversa para atenção básica é interessante para despertar conhecimentos nas questões apresentadas, como afirma a apoiadora da atenção básica do município de Ilhéus, Alessandra Farias. “Nós que somos da área de saúde pública precisamos contribuir com o projeto nos doando, para que para realmente façamos a diferença na gestão pública de saúde em nosso município”, argumentou.