Divulgados os finalistas do IV prêmio Sosígenes Costa de Poesia, promovido pela Editus – Editora da UESC e a Academia de Letras de Ilhéus (ALI), com apoio da Secretária da Cultura e Turismo. Os escitores Jober Pascoal Souza Brito, Laura Castro de Araújo e Maria Genny Xavier Conceição são autores, respectivamente, dos livros “Ossuário da Casa Adormecida”, “Inês – Pequena Antologia do Passado” e “Versos ao Coração do Tempo”. O resultado final vai ser anunciado no dia 23 de julho, na abertura oficial da 2ª Festa Literária de Ilhéus, no Teatro Municipal de Ilhéus, às 17h30. O vencedor terá seu livro publicado pela Editus – Editora da UESC, além de receber um troféu e R$ 2.000,00.

Na primeira edição do Prêmio, o autor Wesley Almeida foi o vencedor com o livro “Memórias Fósseis”, sobre mistério, ritmo e rito de linguagem. Na segunda, Natan Barreto venceu com o livro “Um quintal e outros cantos”, que reúne poesias autobiográficas. Já em 2018, Maria do Carmo Sena do Nascimento foi a vencedora com o livro “Na veia da palavra”, que retrata o universo feminino, assim como temas sociais e memória.  

Este ano, aumentou o número de inscritos e municípios participantes – um crescimento de 20% comparado ao ano passado. Desta vez, foram 38 autores, de 14 cidades baianas. “Os dados mostram não só o crescimento, mas a demanda de iniciativas desta natureza e a Editora se integra neste processo por entendermos a necessidade de valorização do livro e da leitura”, afirma a Prof.ª Rita Virginia Argollo, diretora da Editus.

A intenção é movimentar o cenário da literatura poética baiana, valorizar a cultura regional literária e descobrir novos talentos. O Prof. André Rosa, presidente da ALI destaca a importância desta ação, que “se alinha a políticas públicas do estado para o setor da literatura, além de propor discussões de temas extremamente relevantes para a nossa cultura de modo geral”, conclui.