Vereador Tarcísio Paixão (PP) está na casa da mãe. Foto: Ilhéus24h

O vereador e agente de trânsito Tarcísio Paixão (PP) deixou o presídio Ariston Cardoso por volta das 09h20 da manhã desta quinta-feira, 13, após ficar preso por 27 dias, com base na Operação Xavier desencadeada no último dia 15 de maio. 

De acordo com investigações do Ministério Público, dentre os crimes praticados por Paixão está o desvio de R$ 260 mil da Câmara de Vereadores em um contrato com a empresa SCM Contabilidade, quando presidiu a Casa no biênio 2015-2016. 

Por unanimidade, os desembargadores seguiram o voto do relator, desembargador Abelardo Paulo da Matta Neto e deferiram a soltura do paciente. A defesa foi feita pelo advogado Constantino Neto. Do FRN.