3° Tabelionato de Notas de Ilhéus. Imagem: Ilhéus 24h.

Uma denúncia publicada no Facebook tem gerado repercussão nos últimos dias. O músico ilheense Dudda  Motta, publicou um vídeo em que relata o descaso do 3° Tabelionato de Notas, na Rua Antônio Lavigne de Lemos, próximo a Igreja São Jorge, no centro de Ilhéus, com a sua mãe de 85 anos e portadora de Alzheimer.

Segundo ele, o tabelião Airton Moacir Nedel Junior teria se recusado a recolher as digitais da idosa, que aguardava no carro, em frente ao Tabelionato, alegando que as regras não permitiriam a coleta fora do local. No entanto, após este momento, foi informado que poderia ser realizada a coleta mediante o pagamento de uma diligência, no valor de R$ 104,00.

Segundo informações, a coleta de digitais fora do Tabelionato é  algo comum de acontecer nos casos em que a pessoa possui problemas de locomoção. No vídeo abaixo é possível perceber a indignação do rapaz ao fazer a denuncia, uma vez que, a idosa, estava na frente do Cartório.

O Ilhéus 24h se disponibiliza para o pronunciamento do tabelião e/ou do 3° Tabelionato, deixando aberto o espaço para o direito de resposta. 

Confira a publicação de origem. 

Publicado por Dudda Motta Motta em Domingo, 9 de junho de 2019