Reformas na instituição demonstram caráter de urgência, segundo relato.

Nesta sexta-feira (7), uma denúncia anônima chegou para a nossa redação alertando os descasos com a estrutura do Instituto Municipal de Ensino Eusínio Lavigne (IME). Segundo o relato, a prefeitura realizou uma reforma no teto do segundo andar do prédio, mas durante as últimas chuvas tudo voltou a ceder e obrigou os alunos a saírem das salas de aula. 

Além disso, segundo o autor da denúncia, a escola possui apenas dois funcionários que ficam sobrecarregados para realizar a limpeza de toda a escola. Ainda há a situação dos banheiros, alguns estão interditados desde o início do ano e os que funcionam não dão conta das necessidades dos alunos. Somam-se a todas essas reclamações outras situações como os bebedouros quebrados, o reboco de algumas salas caindo e rachaduras tomando conta da estrutura. Confira imagens abaixo.