Acontece neste fim de semana (25 e 26) mais uma edição do projeto “Maio Mês da Dança”, com apoio da Prefeitura de Ilhéus, por meio da Secretaria Municipal de Cultura (Secult), com apresentações de espetáculos para adultos e crianças. As apresentações serão realizadas no Teatro Municipal de Ilhéus, com participação das as escolas e companhias de dança da cidade e grupos convidados. Os ingressos custam R$ 20,00 e R$ 10,00.

No sábado (25), a partir das 19 horas, apresentam-se as escolas e companhias Dilazenze, Cia Dulce Drummond, Soanne Mary Cia de Dança, Studio E Danças e Artes, Núcleo da Dança, Estação da Dança, Aysha Gabi e Ky Dance. No domingo (26), os espetáculos começam mais cedo, às 17h30, e são destinados ao público infantil, com participação o Dilazenze, Cia Dulce Drummond, Soanne Mary Cia de Dança, Studio E Danças e Artes, Núcleo da Dança, Estação da Dança, Ballet Conexão, Escola de Dança Camarim e ACEAI.

O projeto “Maio Mês da Dança” foi, durante 20 anos, realizado pela extinta Fundação Cultural de Ilhéus, tornando-se o grande marco de valorização da dança profissional em Ilhéus. Com base no excelente desenvolvimento do projeto, surgiu a ideia de dar continuidade, através da Câmara Setorial de Dança, atualmente representada pela Professora Eliana Fonseca.

Intercâmbio e valorização – “O projeto “Maio Mês da Dança” tem um valor relevante e de muita importância para nós da dança, assim como enobrece as ações da Prefeitura, enquanto promoção da Secult”, diz a professora. A proposta, segundo ela, consolida a coesão e o sucesso do projeto, permitindo a participação das seis escolas de dança mais antigas e solidas de Ilhéus, que têm por principal escopo promover e disseminar a cultura da dança técnica acadêmica na região.

Acrescenta que é objetivo do projeto estimular o desenvolvimento técnico e artístico dos bailarinos, estimular as formas inovadoras de dança, divulgar e incentivar a dança como forma de expressão, valorizar e incentivar o intercâmbio entre grupos e, ou, bailarinos, difundir a arte e a dança através dos diversos estilos de dança. “O projeto proporciona um vasto conhecimento da nossa cultura, formação de plateia, além de divulgar o trabalho das escolas de dança de Ilhéus”, enfatiza.