Vereador Tarcísio Paixão (PP). Foto: Ilhéus24h

O Blog Agravo acaba de publicar, em primeira mão, que o vereador Tarcísio Paixão (PP) se entregou à justiça.

A prisão preventiva do parlamentar foi pedida pelo MP-BA e determinada pela juíza Emanuele Vita a partir da Operação Xavier.

Dentro os crimes atribuídos a Tarcísio, conta o superfaturamento em R$ 260 mil do contrato com a empresa SCM Contabilidade, quando ele presidiu a Câmara Municipal de Ilhéus no biênio 2015/2016.

Ontem, o advogado Constantino Neto ingressou com um pedido de revogação da prisão preventiva. Hoje o seu cliente decidiu se entregar.

Estamos em busca de mais informações.