Em Mascote, sul da Bahia, uma criança foi baleada durante assalto.

A Bahia registrou, de janeiro a março de 2019, 307 roubos a estabelecimentos, segundo balanço divulgado neste sábado (20) pela Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA). Conforme o órgão, houve uma redução de 39,2% nos caso, comparado ao mesmo período do ano passado.

No interior do estado, segundo o órgão, o número de casos registrados no primeiro trimestre deste ano foi de 181, redução de 41,9%. Em Salvador e região metropolitana de Salvador, que contabilizaram 126 crimes esse ano, a redução foi de 34,7%, 67 casos a menos que no mesmo período de 2018.

A SSP afirma que a queda nas ocorrências tem relação com a realização de reuniões, articulação com empresas de segurança e ações que desarticularam quadrilhas especializadas.

O órgão destaca que a instalação de sistemas de monitoramento por imagem nos estabelecimentos contribuem para a identificação e localização dos criminosos e construção de inquéritos judiciais.

A titular da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR), delegada Carla Ramos, informou que foi criado um grupo de WhatsApp, ativo desde 2017, para facilitar e agilizar a comunicação entre a polícia e os lojistas, para que os casos sejam denunciados e os investigadores possam chegar mais rápido aos locais dos crimes.