Objetivo é apresentar as mudanças nas legislações de trânsito. FOTO: SECOM PMI

A Superintendência Municipal de Trânsito e Mobilidade (Sutram) realizou curso de capacitação para cerca de 420 motoristas de táxi da cidade, nos dias 8 e 9, no auditório da Ceplac.

A formação foi ministrada por agentes especializados e faz parte do programa de instrução e capacitação permanente. O objetivo, segundo a autarquia, é trazer para os profissionais, as mudanças na legislação do trânsito, além de promover o chamamento para os cuidados com a vida.

Durante os dois dias de curso, os agentes de trânsito, Albervan Novais e Rodrigo Cerqueira, frisaram a importância do cuidado com a vida das pessoas (clientes). “É sempre importante chamar atenção para a vida. Vale, nesse momento, conscientizar esses profissionais para esta questão, a fim de promovermos um trânsito mais humano, mais sadio e mais cidadão”, ressaltou o facilitador Rodrigo.

Na visão do titular da Sutram, Gilson Nascimento, além de capacitar, é preciso promover a cidadania. “O prefeito Mário Alexandre pediu que preparássemos esses profissionais. Não adianta sinalizar as vias, plantar semáforos modernos, aplicar asfalto, construir pontes, se a gente não ter um olhar para o ser humano. O trânsito é feito de pessoas, mas está cada dia mais violento e desumano”, disse.

Com anos de profissão, o taxista Antônio Tannus, da Praça 16, no Nelson Costa, entende que, no trânsito, é preciso respeitar a hierarquia das responsabilidades definida nas leis de trânsito, ou seja, os veículos de maior porte serão sempre responsáveis pelos menores, a exemplo dos veículos de passeio com as motocicletas, bicicletas, pedestres”, opinou.

O curso – Requisito obrigatório para a renovação do alvará, o curso anual tem um custo médio de R$ 150 reais, porém, a pedido do prefeito Mário Alexandre, este saiu gratuitamente, com entrega de certificado no final. No mês de maio, é comemorado o ‘Maio Amarelo’, e a Sutram estará capacitando cobradores e motoristas de ônibus e vans. A semana alusiva promoverá ainda um curso voltado aos mototaxistas que pleiteiam a regulamentação junto à Câmara Municipal.