Momento exato que as pessoas foram atropeladas.

O juízo da Vara do Júri da comarca de Ilhéus, por meio do Juiz Gustavo Henrique Almeida Lyra, foi determinado a prisão preventiva do taxista Agnelo Brito Leal, de 56 anos, acusado de atropelar 04 pessoas, entre elas, duas crianças de 4 e 5 anos e uma adolescente de 15 anos, quando atravessavam em uma faixa de pedestres da Rua 13 de Maio, no bairro Pontal. 

O fato ocorreu na noite de sábado, dia 23 de fevereiro, e foi flagrado por uma câmera de segurança, que mostra as vítimas iniciando a travessia, quando são surpreendidas pelo táxi, a uma velocidade entre 40 e 50 km por hora. O taxista foi transferido para o Conjunto Penal de Itabuna. 

De acordo com a decisão do magistrado, a determinação se justifica diante da conduta evasiva do homem, que após o episódio fugiu para se esquivar da ação penal, e mantendo-o em liberdade poderia colocar em risco a integridade física de novas vítimas. DO FRN.