WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
ilheus brindes
março 2019
D S T Q Q S S
« fev   abr »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

:: 6/mar/2019 . 22:05

SOLAR AMBIENTAL ENCERRA OPERAÇÕES EM ILHÉUS, DEBITO DA PREFEITURA CHEGA A R$ 5 MILHÕES

Empresa encerrará serviços na cidade após divida milionária da prefeitura.

A empresa Solar Ambiental, responsável pela coleta e transporte de resíduos sólidos domiciliares, comerciais, industriais e hospitalares em Ilhéus, encerrará suas operações no município nesta quinta-feira, dia 7. A decisão teria acontecido após um acordo entre a empresa e o governo municipal, que possui uma dívida milionária com a Solar Ambiental, inviabilizando a continuação dos serviços.

Segundo informações, todo o valor da dívida, que chega a R$ 5 milhões, deverá ser pago até o fim da gestão do prefeito Mário Alexandre. O governo municipal não informou como ficará a coleta de resíduos após a saída da Solar Ambiental, mas a primeira alternativa seria realizar as atividades com caçambas da Prefeitura Municipal. A informação foi publicada inicialmente pelo blog “O Tabuleiro”. 

CEEP DO CHOCOLATE EM ILHÉUS FORMA 1ª TURMA DE TEATRO

O Centro Estadual de Educação Profissional do Chocolate Nelson Shaun (CEEP), em Ilhéus, realizou a solenidade de formatura da 1ª. turma da Bahia do curso técnico em Teatro. A colação de grau reuniu 12 formandos e contou com a presença do secretário municipal de Cultura, Pawlo Cidade, dirigentes e professores do CEEP e familiares.

A professora e articuladora do curso, Valdiná Guerra Félix, escolhida como paraninfa da turma, destacou o desafio de implantar um curso pioneiro no Estado e falou da satisfação de formar profissionais capacitados e comprometidos com a valorização da cidadania através de arte. “É um momento especial, a primeira de muitas conquistas, num processo de construção em que caminhamos juntos ao logo de todo o curso”.

:: LEIA MAIS »

TENDA DIVULGA PROGRAMAÇÃO DO MÊS DE MARÇO

Dois espetáculos em cinco sessões, além de um debate e uma mostra, ambos com feira de produtos regionais, são os eventos programados para o mês de março no Teatro Popular de Ilhéus. A programação começa às 19 horas do próximo sábado, dia 09, com o espetáculo de dança “Mariana: a história que se perdeu”, produzido pela A-rrisca Cia de Dança, com reapresentação no dia 16 em mesmo horário. A montagem, que tem classificação livre, foi criada em 2017 sob direção de Juliana Faltz, Rafaela Costa e Liliane Couto, e traz uma reflexão crítica sobre um dos maiores crimes ambientais ocorridos no país: o rompimento da barragem de rejeitos de minério do Fundão, ocorrida em 2015, sob responsabilidade da Samarco (comandada pela Vale e BHP billiton), liberando milhões de metros cúbicos desses rejeitos e formando uma lama tóxica que devastou o município de Mariana, apagando parte de sua história e deixando centenas de desabrigados, mortos e feridos, prejudicando a fauna e flora do local, contaminando a água e levando à extinção espécies animais e vegetais. Pouco mais de 3 anos após esse crime ocorre outro rompimento de barragem, também sob responsabilidade da Vale, dessa vez na cidade de Brumadinho – acontecimento que faz este espetáculo ainda mais atual.

No dia 12 (terça-feira), a partir das 19 horas, o TPI realiza mais uma edição do projeto “Improviso, oxente!”, quadro criado pelo grupo que combina painéis, debates e intervenções artísticas através de temas que tenham relevância social. A edição especial do mês de luta das mulheresrecebe o título “Corpos invisíveis: mulheres na política, mulheres em situação de rua e mulheres trans”. Com mediação da professora e ativista Indiara Rosa, o encontro contará com a presença de Elizabeth Zorgetz, que é historiadora, mestranda em Economia Regional e Políticas Públicas, colunista e militante da União da Juventude Comunista; Dejeane de Olivera, doutora em Enfermagem e docente da UESC; e Isabella Silva, professora de história, mestranda em Ensino e coordenadora técnica do primeiro cursinho Trans+ na UFSB. Na abertura dos debates, entre as sessões e também no final, o evento contará ainda com intervenções artísticas das poetas Má Reputação (Karen Oliveira) e Pretinha (Claudiane Amorim) e da exibição do vídeo “Mulheres em vulnerabilidade de rua em Ilhéus”. Ainda compondo a programação do “Improviso, oxente!”, a Tenda sediará uma Feira Interativa de Mulheres, com exposição de produtos feitos e vendidos por mulheres da região. A entrada é franca e a classificação do debate é 14 anos. :: LEIA MAIS »

TERREIRO DE MATAMBA TOMBENCI NETO CELEBRA O DIA INTERNACIONAL DA MULHER NESTA SEXTA-FEIRA, 08

O Terreiro de Matamba Tombenci Neto recebe, nesta sexta-feira, 8 de março, a partir das 19 horas, a 6ª edição do Troféu Mãe Ilza Mukalê, que homenageará dez mulheres e instituições não governamentais da região. O evento é uma realização da Organização Gongombira de Cultura e Cidadania e tem entrada gratuita.

Logo após a cerimônia, às 21 horas, o público vai poder conferir a última edição da temporada 2018/2019 do Otambí de Verão, com a Orquestra Gongombira e convidados, na Praça Dona Roxa, no Terreiro de Matamba Tombenci Neto.

A programação da Semana Mãe Ilza Muaklê prossegue, nos dias 11, 12, 14 e 15 com visitas guiadas gratuitas ao Memorial Unzó Tombenci Neto. Escolas, faculdades, pesquisadores e comunidade em geral podem agendar as visitas gratuitas pelos contatos (73) 3633 – 3008/ 9 8809-3958. :: LEIA MAIS »

FESTEJOS DE CARNAVAL PROMOVEM BONS RESULTADOS PARA REDE HOTELEIRA NO LITORAL BAIANO

Ilhéus foi um dos destinos mais procurados na Bahia.

Com alguns dos destinos de sol e praia mais famosos do país, o litoral baiano atrai turistas do Brasil e do mundo nos dias de Carnaval. No sul do estado, onde se concentram cidades como Porto Seguro, Ilhéus e Itacaré, os hotéis estão com alta ocupação. O mesmo acontece em localidades como Morro de São Paulo, situada no arquipélago de Tinharé, e na Praia do Forte.

Em Ilhéus, que conta com 8 mil leitos, a taxa de ocupação dos hotéis projetada pelo Costa do Cacau Convention Bureau foi de 100%. Pela cidade circulam cerca de 50 mil turistas, entre os que permanecem no local e os que estão apenas de passagem.

:: LEIA MAIS »

ROTA TRANSPORTES EMITE NOTA DE PESAR SOBRE ACIDENTE QUE VITIMOU PASTOR EM ILHÉUS

Reprodução

Na manhã desta terça-feira (5), um grave acidente vitimou o Pastor Evangélico Leandro “Léo” Daneu nas proximidades da praia de Sirihyba, em Olivença. O acidente envolveu o pastor que estava em uma motocicleta e um ônibus da Rota Transportes.

A empresa emitiu ainda na tarde de ontem uma nota de pesar esclarecendo alguns pontos. Confira abaixo, na íntegra.

:: LEIA MAIS »

MESMO SEM CARNAVAL OFICIAL EM ILHÉUS, FOLIÕES FIZERAM A FESTA NA AVENIDA SOARES LOPES

Blocos carnavalescos fizeram a festa dos foliões na Avenida Soares Lopes.

As Secretarias de Cultura e de Turismo de Ilhéus, organizaram a Avenida Soares Lopes para ser palco do carnaval espontâneo promovido pela comunidade ilheense, neste sábado (2) e domingo (3) da folia momesca. Na festa mais popular do ano, foliões fizeram a festa em todos os cantos do circuito. O clima era de alegria e curtição, com desfiles de blocos com minitrio, paredão de som e cortejo afro. Durante a passagem dos blocos ou nos intervalos, foliões fantasiados imprimiam alegria, criatividade, descontração e irreverência.

No sábado (2) de carnaval, nove blocos carnavalescos desfilaram pela avenida. Os componentes do bloco “Os Travestidos” desfilaram caracterizados de mulheres, já a turma do “Super Poderosas” saiu fantasiada das personagens do desenho animado Meninas Super Poderosas. Ainda no sábado, a criançada acompanhada pelos seus pais, desfilaram no bloco infantil “As Corujinhas”. Um destaque no primeiro dia foi para o Bloco Thyaguetes, formado por grupos de academia da cidade. O bloco fez o trajeto do bairro Malhado até a Soares Lopes, comandado por um coreografo que ensinava as danças de sucesso do verão.

:: LEIA MAIS »

EM CARTA, DANIELA MERCURY REBATE BOLSONARO SOBRE USO DA LEI ROUANET

Presidente se envolveu mais uma vez em polêmica utilizando a Lei Rouanet.

O presidente da república, Jair Bolsonaro, usou suas redes sociais durante o carnaval para atacar Daniela Mercury e Caetano Veloso pela música “Proibido o Carnaval” dando a entender que os artistas em questão teriam enriquecido às custas da Lei Rouanet de financiamento a cultura e arte.

A cantora se manifestou por meio de uma carta lembrando todo o seu trabalho como cantora e afirmando que em 20 anos de carreira arrecadou apenas R$ 1 milhão pela Lei Rouanet em contrapartida aos milhões pagos do próprio bolso e de parcerias privadas para os blocos sem corda no carnaval.

:: LEIA MAIS »

dom eduardo

arquiteto













WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia