A Marinha, por meio da Delegacia da Capitania dos Portos da Bahia em Ilhéus, emitiu esta semana um alerta para cuidados com a segurança de banhistas, por causa do grande número de embarcações que participam dos eventos deste sábado (2) na cidade. De acordo com a programação, as duas festas de Iemanjá acontecem durante todo o dia na Maramata (Nova Brasília) e na Avenida Litorânea Norte (Malhado) e no turno da tarde, a baía do Pontal recebe o Rally dos Mares, a partir das 13 horas.

A recomendação serve principalmente para os banhistas que ocupam as praias do Cristo e Avenida Soares Lopes, no centro, e também para aqueles que pretendem navegar nestes trechos. “Os eventos ocorrem simultaneamente, além do movimento de navios transatlânticos e de cargas no Porto de Malhado. Solicitamos ampla divulgação nas entidades e ao público em geral e que evitem aproximar-se das áreas onde ocorrem os eventos, redobrando a atenção quanto à navegação”, diz a nota.

Quem assina é o delegado da Marinha e capitão de fragata, Manoel Argolo da Cruz, em acordo com o disposto da Lei 9.537 de 11 de dezembro de 1997, Lei de Segurança do Tráfego Aquaviário em Águas Jurisdicionais Brasileiros (LESTA), das Normas da Autoridade Marítima para Amadores, Embarcações de Esporte, Recreio e para Cadastramento e Funcionamento das Marinas, Clubes e Entidades Desportivas Náuticas.

Procissão e Rally – Tradicional nos festejos de Iemanja, a procissão fluvial exigirá mais atenção nessas condições. O alerta é reforçado aos condutores de pequenas embarcações que desejam participar do trajeto na água. No mesmo dia, mais de 100 pilotos participam da quinta edição do Rally dos Mares, a bordo de motos aquáticas (jetski), vindos de Salvador em direção. Depois da chegada, não haverá atividade competitiva.

Os eventos, religioso e esportivo, contam com o apoio da Marinha do Brasil; Prefeitura de Ilhéus, através das secretarias municipais da Cultura (Secult); Turismo (Setur); Serviços Urbanos (Secsurb) e Superintendência de Trânsito e Mobilidade (Sutram), que buscam fortalecer as manifestações tradicionais culturais e religiosas do município.