FOTO: SSP-BA

Integrado desde o dia 18 de janeiro ao catálogo de capacitações do Exército Brasileiro, o Curso de Operador de Aeronaves Remotamente Pilotadas (Corpas), ministrado pelo Grupamento Aéreo (Graer) da Polícia Militar iniciou, nesta segunda-feira (28), as aulas práticas para a turma I da sexta edição da capacitação. O treinamento segue até o próximo dia 8 de fevereiro.

Único projeto pedagógico acolhido nesta categoria, o Corpas do Graer já formou 355 operadores de Drones integrantes de diferentes instituições: Exército, Marinha, Ministério Público, Petrobras, Secretaria de Administração Penitenciária, Polícias e Bombeiros Militares de diferentes estados, dentre outras.

Para o comandante do Graer, o tenente-coronel PM Carlos Renato Lima, o ingresso deste tipo de capacitação no rol de cursos do Exército demonstra que a formação agrega valor profissionalmente, e em alguns casos a nível pessoal, ao capacitado. “Evidencia que o conhecimento que estamos ofertando é de qualidade e de interesse da instituição”, reforçou. Ele acredita que a inserção no quadro da Força Armada ampliará a visibilidade do Corpas.

Divididos em duas turmas de 50 alunos cada, os 100 integrantes participaram de aulas teóricas na modalidade ensino a distância. As práticas acontecem na sede do Graer e no Destacamento de Controle do Espaço Aéreo, ambos nas proximidades do Aeroporto Internacional de Salvador.

A classe é composta por componentes do Exército, Ministério da Defesa, Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL), Secretaria de Segurança Pública de Sergipe, Coordenação de Desenvolvimento Agrário (CDA), Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar da Bahia, do Ceará e 16 policiais militares.