Desfile resgatou tradição da festa do “Terno de Reis”

Com o objetivo de manter a tradição de festas populares em Ilhéus, o desfile do Terno das Flores ou Terno de Reis ocorreu na noite do último domingo (6), no bairro do Pontal.

Este ano, o evento que havia desaparecido no município, foi retomado por iniciativa de Laura Maria Silva (Mãe Laura), do Terreiro Ilê Guainia de Oiá, de onde o grupo saiu a pé cantando e dançando durante todo o trajeto. O cortejo percorreu algumas ruas saiu do bairro e finalizou na praça São João Batista.

De acordo com Mãe Laura, a manifestação cultural contou com a produção da mestra da cultura popular, Janete Lainha, presidente da Casa da Cultura Popular de Ilhéus, e começou com concentração na Rua Castro Alves, no próprio bairro. Conforme a tradição, a festa Terno de Reis encerra o ciclo do Natal, sempre no dia 6 de janeiro.

Segundo a igreja católica, a data homenageia Epifania do Senhor que lembra a visita dos três reis magos ao Menino Jesus, cuja manifestação é de origem portuguesa. No Brasil, o evento passou por modificações e incluiu outros formatos. Em algumas regiões do país grupos de músicos vão de porta em porta levar alegria às famílias.

Para o secretário da Cultura de Ilhéus, Pawlo Cidade, iniciativas da cultura popular são sempre uma dádiva da criação. “O poder público vai acompanhar de perto e dar as ferramentas necessárias nas próximas edições”, ressaltou.