FOTO: Rodrigo Macedo

A Prefeitura de Ilhéus, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social, lançou o projeto Técnico Social no Residencial Vilela, situado no bairro Teotônio Vilela, para beneficiar a comunidade local, na última terça-feira (18). A proposta é realizar uma série de atividades que incentivem boas práticas de convivência para os moradores.

Participaram do lançamento, o secretário municipal de Desenvolvimento Social, Rubenilton Silva, coordenador da habitação da SDS, Welder Santos, técnica responsável do município, Hilda Luz e equipe. Presentes também assistentes sociais da Caixa Econômica Federal, Iramaia Rocha e da empresa Lis, responsável pela aplicação do projeto, Jaciana Ramos, sindico Jailton Sputnick, subsíndico, Kuosme Wesley e moradores.

Rubenilton Silva destaca os principais pontos da iniciativa. “O projeto faz parte da entrega dos apartamentos para a comunidade. A ideia é fazer primeiro o diagnóstico para traçar o perfil dos moradores e quantificar quantas mulheres, homens, crianças, adolescentes moram aqui. Em seguida, implementar ações de lazer, cultura, esportes, fomento de capacitação de profissionais, cidadania, educação ambiental, a fim de melhorar a convivência entre os moradores e proporcionar mais cidadania”.

As atividades serão patrocinadas por verba originária do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR), programa do governo federal. A Caixa tem como função acompanhar a execução do trabalho social, além de visitar periodicamente o local e, com base nesse acompanhamento, realizar a liberação das parcelas mensais.

Jaciana Ramos, assistente social da empresa Lis, salienta que o projeto é desenvolvido em todos os programas do Minha Casa Minha Vida, com objetivo de criar vínculos entre os moradores, estimulando a autoestima e o desenvolvimento Social, com cursos de geração de renda. “Tudo o que for necessidade e carência da comunidade. Cada residencial tem suas peculiaridades. Trabalhamos diretamente com o perfil do público que mora no local”, finaliza.