A possibilidade da Prefeitura ampliar os investimentos na rede básica de saúde e, com isso, atender de forma mais eficiente, sobretudo, a população mais carente. Esse foi, na opinião do prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, um dos principais benefícios que o Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC) trouxe para Ilhéus e toda a região Sul da Bahia, no seu primeiro ano de funcionamento.

“O investimento do município tem sido maior para a rede básica, já que o Hospital Regional Costa do Cacau absorveu demandas que sobrecarregavam imensamente o município. Com isso, tivemos recursos para a construção e reestruturação das nossas unidades de saúde, e contratação de médicos, conseguindo não apenas melhorar o atendimento nos postos, mas também avançar no Programa Saúde da Família, tornando mais eficiente a medicina preventiva”, destacou o prefeito.

Inaugurado em dezembro do ano passado pelo governador Rui Costa, o HRCC, unidade da Rede Estadual de Saúde atende, além de Ilhéus a outros 66 municípios da região. O hospital é exclusivo para o atendimento de urgência e emergência de média e alta complexidade e se tornou referência em especialidades como ortopedia, neurocirurgia e cardiologia.

“Estamos progressivamente reduzindo o déficit de atendimento médico, especialmente no município, com os recursos que passamos a economizar a partir do funcionamento do HRCC. Já entregamos a primeira Unidade de Pronto Atendimento 24 horas, no bairro Conquista e outros benefícios para melhorar ainda mais a assistência à população estão em andamento”, explicou Mário Alexandre.

Mário Alexandre também destacou que a parceria entre o Governo do Estado e a Prefeitura está viabilizando a construção da unidade materno infantil, que será modelo a ser seguido no atendimento neonatal de alta complexidade. Essa nova unidade vai funcionar no antigo Hospital Geral Luiz Viana Filho, desativado justamente a partir do início das atividades do Hospital Regional Costa do Cacau.

“Ilhéus se torna referência no atendimento de saúde pública de ponta, com atendimento 24 horas de urgência e emergência, fator que possibilita desenvolver políticas públicas e representar bem a região, por meio do hospital, referência de saúde na Bahia”, finalizou o prefeito.