Há 12 anos o Colo Colo conquistava a elite do baiano, agora corre risco de não jogar a Serie B

A Série B do Campeonato Baiano de 2019 começa a tomar formas, mesmo sem a confirmação das datas pela Federação Baiana de Futebol. São esperados ao menos oito clubes na competição que tem início geralmente no mês de março e logo após o termino da disputa da primeira divisão.

Até o momento o tigre ilheense, Campeão Baiano de 2006, não tem sua participação confirmada na edição de 2019 da competição estadual. A falta de controle no comando e as intensas situações e crises na política interna do Colo Colo deixaram as relações estremecidas. Somado à isso tem também as dividas que beiram a casa dos milhões e a falta de planejamento e estrutura básica que deixam a situação do clube extremamente complicada para participar da Serie B em 2019. Rebaixado em 2017, o time ilheense conseguiu fazer uma campanha digna, mas não conseguiu o retorno para a elite em 2018 e agora pode amargar um tempo longo na segunda divisão.

A situação do Tigre ainda é agravada pelo estado do gramado do Estádio Mario Pessoa que não teve suas obras terminadas dentro dos prazos esperados. Em relação à colocação do novo gramado, por meio de recursos oriundos de emenda parlamentar, o prefeito Mário Alexandre (PSD) recebeu em seu gabinete, no Centro Administrativo, no último dia 20 de novembro, membros da nova diretoria do Colo Colo de Futebol e Regatas, e, na oportunidade, assegurou a participação do Tigre na competição, e disse que daria providências para os serviços de manutenção nas dependências do estádio, mas até agora o estádio continua sem condições de receber partidas do evento esportivo.

Em entrevista ao Bahia Noticias, o diretor da torcida organizada Mancha Azul, do Colo-Colo, Renailton Miranda disse que a situação pode atrapalhar a participação do time na Série B do Baiano de 2019: “Aqui estamos todos muito preocupados, pois o Colo-Colo pode ficar fora da competição por esse motivo. Além de poder prejudicar um clube campeão baiano, [a obra inacabada] prejudicou a seleção de Ilhéus que ficou de fora do Intermunicipal e também do Campeonato Amador da cidade”.

Obras inacabadas do Estádio Mario Pessoa.

A tendência é que o atual presidente do clube, Marcio do IBGE, envie um ofício à Federação Bahiana de Futebol explicando que não haverá condições de o time disputar o Campeonato.

Até o momento oito clubes já estão confirmados, dentre eles o Grapiúna que conta com a participação do empresário Weliton Nascimento que esteve no Colo Colo em 2018, mas acabou saindo por divergências com a direção do clube. Olímpia (Lauro de Freitas), Feirense (Feira de Santana), Galícia (Salvador), Unirb (Mata de São João), Canaã (Irecê), Portela (Teixeira de Freitas) e Cajazeiras (Salvador) são os outros times já confirmados, ainda há a expectativa pelo Flamengo de Guanambi que ainda não confirmou se disputará a competição.