A última sexta-feira (7) foi de festa para quem mora na Avenida José Luiz da Fonseca, no bairro Jardim Savóia, em Ilhéus. Um ambiente que funcionava como estacionamento e depósito de entulhos, passou a ganhar forma de praça e local apropriado para o entretenimento de adultos, jovens e crianças. A iniciativa conjunta é da Associação de Moradores da Avenida José Luiz da Fonseca e Adjacências (AMA), Coelba (Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia) e Prefeitura Municipal de Ilhéus.

A solenidade de inauguração da primeira etapa da requalificação da Praça das Árvores contou com as presenças do vereador Gil Gomes, dos secretários municipais de Serviços Urbanos, Hermano Fahning e de Relações Institucionais, Sérgio Souza, além do diretor municipal de Obras, Gunnar Rios, e representantes da Coelba e da Associação AMA Savóia.

Foram adicionados ao espaço, uma pista tátil de 400 metros, quatro rampas de acesso, oito postes de iluminação e oito bancos. Segundo a presidente da AMA, Luciana Paulleti, ainda não é suficiente para o tamanho da praça. Que possui quase cinco mil metros quadrados. “Estamos comemorando hoje apenas a primeira etapa dessa requalificação, ainda falta muita coisa para a conclusão como o paisagismo, por exemplo. Esperamos poder contar com novos parceiros na finalização desse projeto”, enfatizou.

O gestor da unidade de atendimento da Coelba, Paulo Roberto Vieira, citou a parceria feita como medida compensatória voluntária por conta da colocação de postes no bairro Jardim Savóia, assim como foi a requalificação da quadra poliesportiva do bairro. “Nos comprometemos com a associação e aí está o resultado. Contribuímos com o calçamento ao redor de toda a praça, que ficou muito bonito”, salientou.

Para dona Maria Pereira, moradora há mais de 40 anos na localidade, ver a praça como se encontra hoje é um sonho. “Meu esposo esperou a vida toda por isso e morreu antes que fizessem. É uma realização acompanhar e fazer parte desse progresso, a gente convivia com animais espalhados no que antes era um matagal, antes era deserto, e agora se transformou numa área de lazer. Adoro passar minhas tardes sentada ai com os vizinhos, que assim como eu moram a décadas aqui”, festejou.